23.2.18

Uma volta pelo Lago de Garda

Depois de meses de um longo inverno, quando chega o finalzinho de fevereiro e os dias já começam a escurecer um pouco mais tarde, começamos (eu pelo menos) a nos programar mentalmente sobre o que fazer na primavera e nos dias de verão. Aqui na Suíça o inverno é muito longo e tem uma hora que a gente fica quase "sem aguentar" mais o frio e tantos dias cinzas.

Ainda bem que não muito longe, ali, logo na Itália, nós temos opção de céu azul e frio mais ameno.

Uma dessas opções é a região do lago de Garda. Esse foi um dos lugares que eu visitei no verão do ano retrasado e de repente bateu saudade dos dias claros e quentes...

Desensano de Garda, uma das cidades que circundam o Gardasee
O lago de Garda, ou Gardasee, como é chamado pelos falantes de alemão, é o maior lago italiano. Ele fica localizado na região norte da Itália, circundando as regiões da Lombardia, Vêneto e Trentino Alto Adige.

Essas regiões são muito procuradas turisticamente, não só pelos italianos, mas muitos turistas da Suíça, Aústria, Alemanha e França visitam a região principalmente durante a temporada de verão.

Pra quem mora na Suíça (região de Zurique, Aargau, Basel), por exemplo, chega-se lá em menos de seis horas de carro. Mas, claro que tudo vai depender do trânsito e da época que você queira visitar essa região. Isso porque se o tunel Gottard (que liga a parte alemã à parte italiana da Suíça) estiver fechado, se prepare para pelo menos umas duas horas a mais de percurso, isso se não houver nenhum acidente pelo caminho (batendo na madeira em um, dois, três...).

O mini porto da cidade de Desenzano

Até pela proximidade e pela probabilidade de tempo bom, a região é muito visitada pelos moradores da Suíça. Afinal, quem não quer solzinho, comida boa e barata e de quebra paisagens lindas pelo lado de Garda? Eu quero!

A região é muito linda e circundada por cidadezinhas bem charmosas como Sirmione, Desenzano, Riva del Garda, entre outras. Eu visitei essas três cidades durante um final de semana prolongado e gostaria de ter ficado mais para ir conhecendo outras cidades da região.
Uma parte do centro de Desenzano

Ficamos hospedados na cidade de Desenzano que é bem menos turística que Sirmione e Riva de Garda, o que significa também menores preços de hospedagem.

De Desenzano fomos visitando as outras cidadezinhas (Sirmione e Riva del Garda). Para chegar até Sirmione tomamos um barco partindo de Desensano e foi coisa bem rápida.

Sirmione é um centro turístico muito importante, graças ao centro antigo que possui um castelo medieval. Além disso a água de Sirmione é muito rica em enxofre que faz muito bem a saúde. A cidade possui termas e spas de tratamento.
O Castelo de Sirmione, chamado Rocca Scaligera, tem cerca de 2,5 km de extensão o que permite a entrada e a saída do centro antigo. Você deve atravessar a ponte do castelo para entrar ou sair da cidade.
Sirmione já é bem mais turística que Desensano e recebe muitos turistas, principalmente no verão. Lá há muitos hotéis, restaurantes e toda uma infraestrutura para navegação pelo lago de Garda.

Já a cidade de Riva del Garda é bem mais calma. Lá a vibe é um pouco diferente da de Sirmione, por exemplo. A cidade fica bem próxima à Aústria (ela inclusive pertenceu a Aústria até o ano de 1918), e tem toda a influência de organização, limpeza e charme austriaco. A cidade é recheada de lojas que vendem produtos de couro e em muitas delas o atendimento também é feito em alemão. 
O centro de Riva de Garda


Riva del Garda


Enfim, a região do lago de Garda, para quem mora na Suíça, é um destino turístico fácil de ser acessado e de baixo custo. Vale a pena conhecer a região.

Continue lendo ››

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...