8.5.17

Altenrhein e o colorido de Hundertwasser

Já que a primavera anda bem cinza aqui na Suíça, nada melhor do que colorir um pouco esses dias, seja visitando algum café estiloso, um espaço de criação, lendo um livro ou simplesmente buscando qualquer outro tipo de entretenimento e/ou inspiração para estes dias nublados.

Espaço Hundertwasser em Altenrhein
E nada melhor do que ver cores pra gente amenizar um pouco o cinza que atualmente anda rondando estes dias primaveris. E, em matéria de cores, Hundertwasser sabia o que estava fazendo. Além de amante das artes, das cores e dos dias de chuva, ele foi um multi talento: arquiteto, ambientalista, artista e ativista, ele trabalhava de modo que nenhuma destas atividades ficassem desconectadas umas das outras. Para Hundertwasser urbanização e natureza deviam caminhar juntas.
Embora suas obras estejam espalhadas por todo o mundo, é na Austria, especificamente em Viena, que se concentra a maioria das suas criações. Hundertwasser era austríaco, mas foi naturalizado neozelandes, país onde ele viveu os últimos anos de sua vida.
Bom, aqui na Suíça Hundertwasser também deixou a sua marca. Em Altenrhein, que é uma localidade pertencente ao cantão de St. Gallen, está localizado o espaço chamado "Markthalle Altenrhein Hundertwasser Architekturprojekt", onde é possível ver um pouco das suas criações.
  



O espaço é bem agradável e naturalmente, muito colorido! A arquitetura e os traços nada convencionais, lembra muito o trabalho do também arquiteto Gaudi.
A casa Hundertwasser em Altenrhein não é muito grande, mas durante a visita é possível ver algumas obras do artista, como quadros e pequenas esculturas, bem como assistir um curto filme sobre a sua vida.
Lá há também uma loja com objetos multicoloridos, do jeito que Hundertwasser gostava. A visitação é livre (não precisa de guia) e a entrada custa 5 francos.
O Markthalle Altenrhein está bem fora do circuito turístico da Suíça, mas para quem está na região de St.Gallen e Bodensee, a visita não deixa de ser interessante.

Com Hundertwasser aprendemos que o colorido está dentro de cada um de nós. Estando frio, ventando, nublado ou chovendo, dá sempre pra jogar tinta na vida.

Então vamos colorir!!!!!

4 comentários:

  1. Que legal, Sandra. Você como sempre falando de coisas que até então eu não tinha ouvido falar. Tenho muito que aprender da Suíça com você, rs. Eu to numa bad sem fim... esses dias cinzas chuvosos em sequência pra mim são piores que o invernão, sabe. Eu só queria um solzinho :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, aqui na Suíça aprendemos que nunca dá para confiar no tempo, hahahahah... principalmente se começar bonito, como foi a primavera, que nos enganou direitinho, hehe :-(. Sim, tá um pé no saquinho esses dias! O jeito é pelo menos tentar passar por eles da melhor maneira possível. Nem sempre é fácil, mas é preciso. Bjs e dias melhores virão, rs.. Oremos!

      Excluir
  2. Aqui a primavera ta super doida, a maioria dos dias e chuvoso e frio, engracado que nosso inverno foi relativamente quente, mas ainda assim nublado e chuvoso...males do aquecimento do planeta =(

    Muito colorido mesmo a arte dele, nao tem nada a ver mas meio que me lembra o Romero Britto, vai que foi inspirado nesse dai...rsrs.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Romero Brito foi tão cultuado por um tempo que começaram a surgir muitas cópias do trabalho dele. Eu, nem gosto mais pra falar a verdade.
      Quanto a primavera, parece que finalmente ela vai começar pra valer por aqui. Bj

      Excluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...