11.10.16

Lisboa está na moda

É verdade, Lisboa está mesmo na moda!... essa foi a frase que ouvimos, durante nosso breve percurso do hotel até o aeroporto de Lisboa, do simpático sr. taxista que nos levou. Eu confirmei com ele que achava que sim, visto que, muitos hotéis que eu pesquisei nas regiões mais turísticas e centrais de Lisboa, já estavam lotados para o período que passaríamos na cidade.

Região da baixa em Lisboa
Lisboa é umas das minhas cidades favoritas na Europa. Agora em setembro estive lá pela terceira vez e acho que nunca vou enjoar de voltar. Das outras duas vezes fiquei sempre por um curto período (uma vez 1 noite e outra vez 2 noites), mas que foram suficientes para visitar os pontos turísticos mais importantes como o Castelo de São Jorge, Torre de Belém, Mosteiro dos Jerônimos, o Parque das Nações e ainda flanar pela cidade, inclusive com o elétrico (bonde). Quis pegá-lo novamente, mas atualmente os bondes só trafegam LOTADOS.
O icônico elétrico número 28
Mosteiro dos Jerônimos com as filas quilômétricas. Mesmo assim, vale muito a visita!
Mosteiro dos Jerônimos por dentro. Há 5 anos atrás... hoje em dia estaria lotado.
Desta vez ficamos 3 noites e 4 dias na cidade e deu pra perceber que agora Lisboa está muito mais cheia e bem mais turísticas do que das outras vezes em que lá estivemos. A cidade está tão, mas tããão mais turística, que é praticamente impossível visitar os principais pontos turísticos sem pegar filas vagarosas e quilômétricas. Vimos filas enormes e demos graças a Deus por já termos visitado algumas atrações das outras vezes em que estivemos na cidade.
Castelo de São Jorge. Um encanto!
Deu pra repetir a visita ao Castelo de São Jorge, mas o Mosteiro dos Jerônimos foi impossível ir de novo. Claro que ainda vale a pena pegar fila pra visitar o Mosteiro dos Jerônimos ou o Castelo de São Jorge, mas te dou um conselho: acorde cedo e se prepare, pois as filas são grandes e lentas. Ou então tente comprar o ticket on line (se bem que conversando com uns brasileiros que estavam em Lisboa, eles disseram que tentaram várias vezes comprar para visitar o Mosteiro dos Jerônimos, mas o site só dava erro....).

Em Lisboa, por onde se olhe, as fachadas e painéis em azulejos dão um show!
 
Então, pra quem estiver pensando em ir para Lisboa, tenha em mente que para visitar os pontos turísticos (principalmente se for em finais de semana), poderá ser bemmmm demorado. Mas eu te garanto que valerá a pena. Mesmo que não se visite esses pontos turísticos, a visita por si só a cidade é um deleite para os olhos.
Praça do Rossio
Claro que o fato de Lisboa estar vivendo esse boom turístico faz um bem danado para a economia. Entretanto eu espero que a cidade não perca o seu charme com essa multidão. Poxa, Lisboa era conhecida de poucos... rs...

 Parque das Nações, com sua área de lazer bem gostosa e com um vista linda para o Rio Tejo.
Parque das Nações visto a partir do terraço do Shopping Vasco da Gama
Não sou de registrar as viagens que faço aqui, até porque esse não é um blog de viagens, mas quis deixar esse curto relato sobre Lisboa, já que é uma cidade que eu adoro e não tenho nenhum registro dela nesse blog. Sem contar que para os brasileiros, principalmente para os que não moram no Brasil, ir a Portugal - exageros a parte - é um pouco como ir ao Brasil, nossas histórias estão completamente atreladas. Além disso dá pra amenizar um pouco da saudade do idioma, da comida, do jeitinho que conhecemos, já que Portugal é bem mais perto pra quem mora na Europa.
 Bairro da Alfama.
A vantagem de voltar em uma cidade que a gente gosta é que conseguimos aproveitá-la mais e melhor, sem aquela correira e "obrigação" de ter que ver isso, ter que fazer aquilo. Em uma segunda ou terceira visita dá pra fazer tudo com calma e sem pressa. Uma coisa que fizemos dessa vez e que não tinhamos feito das outras vezes, foi visitar o convento do Carmo e também o passeio de barco pelo rio Tejo.
As ruínas do convento do Carmo
 O elevador Santa Justa. Subimos a pé mesmo até o Convento, pois a fila
para o elevador, estava enorme!
Lisboa vista pelo barco que navega através do Rio Tejo
Já o passeio de barco, fizemos mesmo porque estávamos perto do Mosteiro dos Jerônimos, que  desistimos de visitar novamente por causa da fila quilómetrica. Assim, para aproveitar o dia, resolvemos fazer o passeio de barco. 

Praça do Comércio vista através do Rio Tejo
Se, por um lado Lisboa vista do Tejo é ainda mais bonita, por outro, os funcionários da Confeitaria Nacional, que é a empresa responsável pelo passeio de barco e pela confeitaria propriamente dita, não são lá muito simpáticos (exceção para a moça que trabalhava no caixa e que era uma simpatia). Os outros funcionários pareciam completamente desmotivados e até de "saco cheio" dos turistas. A atmosfera do barco poderia ser mais agradável se a música que puseram para tocar não fosse tâo chata (não me lembro qual, mas era chata, rs...), e se os funcionários fossem mais simpáticos e solícitos. Um percurso tão bonito, mas sem ninguém que pudesse te oferecer um café, bebida ou algum doce ou salgado da confeitaria, visto que havia um restaurante/café no barco. Enfim, a empresa poderia proporcionar uma experiência bem mais agradável para os turistas. Esse passeio custa 20 euros.
Café da Padaria Portuguesa: tudo delicioso. Me refestelei de tomar suco de laranja natural todos os dias :-).
Tirando esse pequeno percalço, as outras experiências em Lisboa foram realmente ótimas. Comida de qualidade e barata e cafés e doces divinos. Sem contar que os lisboetas, na sua maioria, foram sempre muito simpáticos e solícitos. Atendimento sempre cordial no comércio e nos restaurantes, mesmo quando haviam muitos turistas.
O melhor coquetel que tomei em Lisboa no restaurante/bar
Nosolo Itália na praça do Comércio.
Assim que eu puder, voltarei a te visitar de novo, e de novo...e de novo... Lisboa. Até breve, Portugal!

8 comentários:

  1. Que bom, Sandra!
    Gosto muito de Lisboa, acho uma cidade especial e cheia de luz, como sou Portuguesa não sou nada parcial né? ;)) Amei o post e até partilhei lá na página de FB do blog.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joana! Sim, eu gosto muito de Lisboa. Aliás eu tenho paixão por cidades grandes. AMO demais! Acho que moraria lá, rs.. Bjs

      Excluir
  2. :D não sabia que tinhas ido visitar a minha cidade :D
    A tua viagem parecer ter sido maravilhosa.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora! Sim, a viagem foi ótima. Visitei outros sítios em Portugal também :-). Seu país é lindo! Bjs

      Excluir
  3. Ahhh que gostoso...eu acho pena quando está tão lotado! Mas enfim, logo você volta de novo. Ahhh minha cunhada esteve em Lisboa agora em setembro, pelo aniversário de 40 anos e disse pra mim que tenho que ir pra lá! rs Agora com o seu post, mas um motivo! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliana, e eu achei que por ser setembro (fora de temporada), encontraríamos a cidade menos cheia. Ledo engano! O mundo descobriu Lisboa, rs.. Vá sim quando você tiver oportunidade. Eu acho que vai gostar! Bjs

      Excluir
  4. Eu estou doida pra ir a Portugal, mas nao tenho saco para lotacao de turista. Entao acho que vamos esperar os meses de inverno mesmo, assim fica menos frio que na Suica e menos lotado, ne? Lindas as fotos, essas do barco, entao.. Minha nossa! Me fazem ficar com mais vontade ainda de ir. Beijos (e sorry o coment sem acentos, mas to usando o computador gringo de Mateus hehe).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser mesmo que nos meses de inverno Lisboa seja menos cheia, ou fique menos turística...E, sim, mesmo no inverno deve ser menos frio do que aqui na Suíça. Espero que você conheça em breve. Bjs

      Excluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...