17.6.16

A espontaneidade que hoje eu estranho

Que suíço é um povo formal, isso não é novidade. Espontaneidade é uma coisa praticamente inexistente por aqui. Suíços podem ser sim cortezes e na maioria das vezes muito educados, a simpatia até existe, mas ela é uma coisa, na maior parte do tempo, muito, muito contida e sem grandes alardes.

"Espontaniedade deve ser cuidadosamente planejada".
Assim é na Suíça. :-)
A gente que mora aqui, com o passar dos anos, sem perceber, vai também se modificando e ficando mesmo mais contida nas demonstrações de afeto e até no contato com outras pessoas.

Hoje aconteceu uma coisa interessante neste sentido. Eu, em vez de ir ao supermercado fazer as compras para o final de semana e para a semana seguinte, como é meu costume, resolvi comprar on line e ir retirar no local. Aqui perto de casa tem o serviço Le Shop do supermercado Migros que tem esse sistema de compra on line.

Pois bem, esperei meu marido chegar do trabalho pra ir até lá, porque precisa ser de carro. Assim fomos. Chegando lá fomos recepcionados pelo funcionário com as nossas compras. O rapaz já chegou brincando e contando piada. Levamos um "susto"! Todo sorridente, ele perguntou porque a gente não estava assistindo ao futebol (rs...) (a Eurocopa começou) e foi nos mostrando as compras (eles costumam fazer isso com os legumes e frutas pra mostrar que estão bons e que são de boa qualidade) e o rapaz continuou brincando a cada legume ou fruta que ele nos mostrava. Eu e meu marido rimos bastante com ele. Um rapaz super simpático e acima de tudo feliz com o seu trabalho.

No carro, já de volta pra casa eu comentei brincando:
- Que drogas esse menino tomou hoje?
- Isso não é droga é la vida, responde marido
- Rimos. Eu complementei: com certeza ele tem Migrationshintergrund (descendência estrangeira)
- Marido responde: com toda certeza!!
Ai seguimos tentando adivinhar de que país deveria vir a parte migratória dele.

Migrationshintergrund  é uma palavra muito usada por aqui para se referir aos filhos de imigrantes ou filhos de suíços casados com imigrantes. É muito comum ainda que alguns imigrantes adorem falar que tem Migrationshinterground no sangue. Mesmo que esses imigrantes tenham nascido aqui (ou que morem aqui há anos), ou mesmo que eles sejam filhos de suíços com imigrantes.

No fim eu fiquei chocada. Não com o rapaz, mas comigo mesma por achar estranho todo esse comportamento tão aberto e espontâneo.

Acho que preciso passar uma temporada no Brasil, porque já nem me lembro mais de como é agir com tanta leveza e espontaneidade! 

14 comentários:

  1. Até a espontaneidade tem que ser planejada? Hahaha Boa. Eu acho que também estranharia e muito. A gente sem querer acaba indo pelo mesmo caminho. Conversando com o vizinho, perguntei como tinha sido as férias. Ele só respondeu que sim e mais nada, ponto final. Sem vírgula, dois pontos, reticências ou uma exclamação hahahaha nada. Tem hora que cansa tentar se comunicar com estes holandeses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Eliana, a gente vai indo pelo mesmo caminho e sem perceber. Só em situações pontuais como essas é que a gente descobre o quanto mudou. hahaha, esses vizinhos monossilábicos...no fim a gente fica meio com vergonha de ter puxado assunto, hehe

      Excluir
  2. Sandra! É um post sobre a Suíça mas podia ser 100% sobre a Suécia...
    Ah, e gosto muito quando vejo que você escreveu no blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino que os suecos sejam então tão reservados quanto os suíços.
      Ah, e eu gosto muito quando vejo que você comenta nos meus posts :-). Beijo!

      Excluir
  3. Oi Sandra! Em maio viajei por algumas cidades do leste Europeu. Conversando com um guia da região, ele comentou que em viagens de grupo, as pessoas do país dele ( não vou dizer qual é tá?) não interagem nem mesmo entres eles próprios. É algo cultural. Mas certamente deve haver aquele que foge dessa característica por temperamento. Mas acho interessante essa tua colocação, que nunca nos falte a percepção pelas pessoas à nossa volta. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel. Pois é, choques culturais: quem nunca teve o seu?!
      A cultura do leste europeu e parte da Europa é com certeza bem diferente da brasileira, não que todos os brasileiros sejam espontâneos e abertos, mas é a exceção que confirma a regra. Enfim, vou me adaptando. Bjs

      Excluir
  4. Eu fico pensando que vou pastar um pouco com isso. Sou muito falastrona, no sentido de contar piada, histórias engraçadas. E pior de tudo: detesto marcar coisas com antecedência, rs. Mas a gente aprende, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi, é talvez no início seja um "choque" pra você, rs...mas tem muita gente por aqui que adora a nossa espontaneidade, viu!? Quanto a marcar coisas com antecedência, eu já me adaptei e confesso que adoro! Bjs

      Excluir
  5. Imagino o choque que deve ter sido encontrar alguem espontaneo num mundo de formalidade...rsrs...eu percebo como somos seres adaptaveis nesse mundo, como mudamos conforme o lugar que estamos inseridos e acho que preciso de uma temporada no Brasil tambem...rsrsr.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que aqui também existem pessoas menos formais, mas é a exceção. Como bem disse Darwin, não é o mais forte das espécies que sobrevive, mas sim aquele me melhor se adapta. Assim eu acredito e levo esse pensamento para a vida! Bjs Monique

      Excluir
  6. Olá Sandra,
    hoje aprendi contigo uma nova palavra. Desconhecia a existência e utilização da palavra Migrationshintergrund :D. Nós também estranhamos a falta de espontaneidade dos suíços. Das poucas vezes que nos convidam para um almoço, jantar ou evento, tudo decorre dentro de um horário. Algo que em Portugal é impensável: quando uma festa começa não tem hora para terminar.

    Beijinhos e boa semana**

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Débora, então no quesito festa, Brasil é igual a Portugal :-).
      Viver sem planejamento é algo impensável na Suíça. Enfim, vamos nos adaptando. Bj

      Excluir
  7. essa pra mim é diferença numero 1!
    alemaes e suíços sao bem parecidos, ne..
    nossa, q falta me faz a espontaneidade... tudo com horario marcado, tudo previamente arranjado, tudo, tudo!
    mas isso da piada, fiquei me perguntando se os suicos e alemaos nao sao tao iguais igual eu pensava... acho os alemaes bem piadistas, fazem gracinha o tempo todo.. Mas em espontaneidade no resto, nota zero hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os suíços não são de fazer piadinhas não.. pelo menos não todo o tempo e somente quando têm mais intimidade com a pessoa. Bj

      Excluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...