30.10.15

Aigle e o seu maravilhoso castelo

A Suíça tem lugares lindos e é um país igualmente lindo. Fato. Mas mesmo eu já conhecendo relativamente bem esse país, eu achava que nenhum lugar por aqui me surpreenderia mais. Ledo engano.
Uma palavra para descrever o Castelo de Aigle: MARAVILHOSO (!)
Rodeado por vinhedos, o castelo de Aigle, estava lá pra me mostrar que eu não sei de nada, inocente ainda tenho muito com o que me surpreender aqui na Suíça. Que castelo lindo!!

O castelo de Aigle fica localizado no cantão de Vaud (na parte francesa da Suíça) e está listado como patrimônio suíço de importância nacional. E também não é para menos. Sua história remonta o século 14, quando os vassalos dos Condes de Sabóia transformaram o castelo na sua sede e consequentemente na residência da família Sabóia.

Esse dourado das folhas de uva, contrastando com o brilho do sol, deixou o castelo
com cara de conto de fadas, não é mesmo?
Com o passar dos séculos, o castelo passou por disputas (guerra de Borgonha) sendo devastado e mais tarde reconstruído e tornando-se a sede do governo da província de Aigle. O castelo também serviu como hospital e como uma prisão cantonal até 1976. A partir de então, tem sido aberto ao público, servindo como museu do vinho.


 O museu conta a história do vinho e exibe os maquinários e ferramentas para a sua produção.
A entrada para o museu custa 9 francos. Esse preço é promocional e vale até 31.12.15, depois desta data o valor passa a ser 11 francos.


Agora com o outono, o visual do castelo ficou ainda mais lindo com os vinhedos em tons amarelos contrastando com os alpes ao fundo. Pensem em um lugar mágico!
Impossível não fazer milhares de fotos deste castelo. Ele é lindo de todos os ângulos!
É possível "trafegar" pelos vinhedos sem problemas. Por vezes você verá algum vinicultor trabalhando por lá que te saudará com um "Bonjour Madame".

A região de Aigle é predominantemente vinícola e produz vinhos brancos e tintos. Dentre eles os vinhos produzidos com as uvas "Chablais", que são deliciosos e bem conhecidos.
 Os vinhedos de Aigle
 Eu adorei especialmente o vinho branco Aigle. Compramos uma garrafa que já foi devidamente degustada. Aprovado e recomendado!!
Garrafa já vazia...vinho delicioso!
A cidadezinha de Aigle gira mesmo em torno do castelo e dos seus vinhedos.
Ruazinha no entorno do castelo
O centrinho da cidade é bem tranquilo, com alguns restaurantes, lanchonetes, lojinhas de vinho e outros pequenos comércios.

Igreja de St.Maurice em Aigle, com tonéis de vinho na entrada

"Portanto, vá, coma com prazer a sua comi­da e beba o seu vinho de coração alegre,
pois Deus já se agradou do que você faz.
Eclesiastes 9:7".


Aigle é uma região muito bonita e que vale a pena ser visitada. Lausanne é a cidade (grande) mais próxima (de trem a partir de lá se chega em 30 minutos em Aigle). Já de Montreux se chega de trem em Aigle em 10 minutinhos.

Pena que o outono é curto e essa paisagem dourada dos vinhedos já já chegará ao fim. Nos restará então saborear os vinhos da região esperando por outros outonos assim... ♥ ♥


Continue lendo ››

28.10.15

Outono que não decepciona

Todo o ano é sempre igual: o outono chega e eu fico en-can-ta-da com as suas cores. E eu não enjoo. Simplesmente porque não tem como!
Outono na Suíça, outubro 2015
Impossível ficar alheia a tanta beleza que acontece no mês de outubro aqui na Suíça. O outono começou meio tímido, com dias bem nublados, mas há dias o sol começou a dar as caras e nos presentar com temperaturas bem amenas de 14, 15 graus. Que delícia!

Esteja você na Suíça, onde estiver, o outono vai te pegar de jeito. Você vai parar nem que seja por alguns minutos para admirar a sua beleza.
Eu não canso.


Que outono dourado!!
 
São lindas as cores do outono!!


Trafegar pelas estradas suíças também tem sido muito agradável. A paisagem faz você esquecer qualquer aborrecimento no trânsito.

♫ ♪ ...Pela janela do carro ♫ ♪
♫ ♪ Pela tela, pela janela ♫ ♪...

Eu vejo cores

Paisagem de outono vista a partir da estrada
Não importa por quantos anos eu more aqui, eu desconfio que este deslumbramento outonal vai sempre me acompanhar.


Que assim seja! Pois no dia em que eu deixar de me encantar, é porque alguma coisa muito errada está acontecendo comigo.


Outono lindo de viver...


Continue lendo ››

17.10.15

Wintervorbereitung

Wintervorbereitung: preparação para o inverno.

A transição de uma estação do ano para outra sempre exige uma preparação e é quase que um ritual por aqui. As quatro estações são bem definidas e muitas pessoas gostam de decorar a casa para receber cada estação do ano. Na primavera, por exemplo, as casas começam a serem abertas para arejarem e existe a chamada "limpeza da primavera", onde muitas casas passam por um "faxinão", e muita coisa é jogada fora ou mesmo separada para doação.

O inverno também exige uma preparação para recebê-lo e esse ano o frio começou cedo. Essa semana, em pleno outono, as temperaturas ficaram na casa dos cinco graus!

Então é hora dos pullovers, casacos, cachecóis e gorros, que até então estavam guardados, voltarem a ocupar um lugar de destaque no guarda-roupa, por pelo menos os próximos seis meses.

Semanas atrás, quando ainda estava sol, eu coloquei para lavar pullovers, gorros, cachecóis e etc...e hoje eu comecei a fazer a arrumação das minhas roupas para o inverno.
Liberando espaço no armário para as roupas de inverno...
Também separei algumas roupas para doação, já que eu não as usava há um tempão. Então, provavelmente eu não iria usar mesmo, né?!
Saco de roupas para doação: na Suíça há containers em diversos lugares, como por exemplo, supermercados onde você pode depositar roupas para doar. Em determinados dias do ano, as doações também podem ser retiradas na sua casa.
Em muitas casas os aquecedores já foram ligados. Além disso, cobertores, chás, velas, chocolate quente e tudo que remeta a nos manter aquecidos, já começa a fazer parte da vida por aqui.

Quem tem jardim, também precisa fazer o ritual do inverno: proteger as plantas mais sensíveis e/ou transportá-las para o keller, para que não morram durante a temporada fria.

Roseira encapada e protegida para o inverno

Já, quem tem jardim de inverno, não precisa se dar a esse trabalho. É só ligar o aquecimento e prontinho!

Outra prioridade no inverno para quem tem carro, é a substituição dos pneus de primavera-verão, para pneus de outono-inverno. O pessoal daqui diz que os pneus são para o período de O (Outubro) a O (Ostern=Páscoa) que é o tempo em que os carros circulam com esses pneus, que são mais resistentes e preparados para o tempo frio, quando a chuva e a neve fazem parte da temporada de inverno. Por isso os pneus precisam ser especiais para aguentarem o tranco na estradas. A troca é obrigatória. Segurança, acima de tudo.

Apesar de tudo isso, eu adoro tempo frio. Não aquele frio de -10 né gente, nada extremo é bom. Ainda assim continuo preferindo o tempinho frio ao calor extremo que fez este ano por aqui. Acho que tenho mais perfil de inverno mesmo.

Já estou preparada, pode vir inverno!

Continue lendo ››

16.10.15

Meus cinco chocolates favoritos

Que os suíços produzem um dos melhores chocolates do mundo, não é novidade. E, eles sempre estão inovando nos sabores, sem perder a qualidade.

Eu confesso que, apesar de morar na terra do chocolate, eu não sou chocólatra. Posso passar meses sem comer sequer um chocolate. Porém consumo chocolate em outras formas: tortas, bolos e outros doces, do que propriamente na sua forma pura.

Agora, com o inverno se aproximando, acabo comendo um pouco mais de chocolate (talvez dois por mês?) e quando dá aquela vontade de chocolate, tenho os meus preferidos, que são todos Dark/noir (que seriam o equivalmente ao chocolate meio amargo no Brasil), que vou mostrar em um "Top 5".



5. Chocolate Lindt Fleur de Sal - Tem um sabor bem especial. A mistura de salgado com o doce, não deixa esse chocolate ficar enjoativo e é ideal para ir sendo saboreado aos poucos. Uma combinação que na minha opinião deu muito certo!


4. Cacau em pó marca Caillet: Bem, esse é um chocolate de uso culinário. Como eu acabo consumindo mais chocolate em bolos, mousses, tortas e etc... acho esse cacau em pó muito bom e saboroso para usar em receitas que levem chocolate. Por ele ter alta concentração de cacau (100%), as preparações ficam doces na medida certa. Brigadeiros feitos com esse chocolate, misturados com um pouco de chocolate ao leite, por exemplo, não ficam tão doces e acabam agradando ao paladar dos suíços também, que em geral acham nosso brigadeiro doce demais.


3. Chocolate Orange Intense: Outra combinação que eu adoro: laranja com chocolate. É doce na medida certa e o sabor da laranja dá um toque todo especial ao chocolate. Adoro esse chocolate acompanhado de uma taça de vinho :-)!


2. Chocolate Caramel À la pointe de sel: Que chocolate maravilhoso!! Ele vem com pedacinhos de caramelo misturado a partículas de sal. Um sabor sem igual! Tornou-se um dos meus favoritos assim que eu o provei. Uma delícia!


 1. Trufas de chocolate da Sprüngli: A Sprüngli é uma das mais, senão a mais tradicional Confisserie de Zurique. Atualmente já há lojas em outras cidades, como Berna, Zug e Basel. Os chocolates de lá, assim como todos os produtos da loja, são divinos. Essas trufas de chocolates são vendidas por kilo, nos sabores tradicionais( ao leite, meio amargo), ou recheadas. Eu compro sempre nos sabores tradicionais, porque não sou muito chegada em trufas recheadas com outras coisas que não sejam de chocolate. Então, quando eu estou com aquela vontade de comer um chocolate mais "gourmet" (palavrinha da moda, rs...) eu compro 100 ou 200 gramas delas e me delicio!

Já deu pra notar que esse blog tem um pouco de tudo. Menos dieta :-).

Um doce final de semana pra todo mundo!
Continue lendo ››

9.10.15

Comer, essen, mangiare, manger

Enquanto eu não termino o segundo post sobre a viagem para a Andaluzia, deixa eu escrever sobre um outro prazer, além de viajar, que eu gosto muito: comer, um dos prazeres da vida que eu adoro!! Comer é bom, muito bom. Nem consigo me imaginar privada de poder comer as coisas que eu gosto. Nossa, só de pensar em comida, até salivo.

Eu acabo nem escrevendo tanto assim aqui sobre comida, mas que eu gosto de comer, ah, eu gosto, rs... E em alimentação é uma coisa que eu não tenho dó de gastar dinheiro. Se eu estou com vontade de comer determinada coisa, e tiver com o dinheiro, compro, sem exitar!

Também quando eu viajo, ou estou planejando ir para algum lugar, uma das primeiras coisas que eu pesquiso é a comida do local! Já saio de casa salivando! Dependendo do restaurante e se ele está muito lotado, fico com um pouco de vergonha de ficar fotografando os pratos (rs) por isso acabo não tendo muitas fotos de pratos provados em viagens....

Francesinha e peixe na brasa: pratos típicos da cidade do Porto e de Málaga
Já escrevi neste blog que foi morando na Suíça que me "descobri" na cozinha, afinal, aqui a gente tem que se virar em tudo! Lugares onde você possa comprar comida pronta (como as rotisseries de São Paulo, ou aquela padaria que venda aquele franguinho assado aos domingos hummm, por exemplo) são raros por aqui, e que abram aos domingos, mais ainda. Embora nos supermercados haja uma boa oferta de comidas semi-prontas, quando eu comecei mesmo a cozinhar "pra valer", eu fui estranhando cada vez mais os sabores deste tipo de comida e agora só compro mesmo em emergências.

A Comida thai,é um tipo de culinária muito apreciada aqui na Suíça.
Abaixo, um pouco da preparação - que é super fácil - e o prato servido em casa!

Nada como você preparar um prato saboroso, com ingredientes frescos e naturais, sabendo exatamente o que foi utilizado. Dá trabalho? As vezes! Mas nada que com um pouco de organização e iniciativa, não dê pra fazer e incluir na rotina!
Meu tempero caseiro para o dia a dia: alho, cebola, azeite, sal,
salsinha e cebolinha.
Lembro que no começo da minha vida aqui eu adorava ir ao supermercado e ficar lendo as embalagens (aqui muitas embalagens de produtos vêem escritas nos três idiomas oficiais da Suíça: alemão, francês e italiano), e graças a semelhança do português com algumas palavras francesas e italianas, eu me salvava na hora das compras.

Embalagem de queijo ralado com a descrição do produto
nos idiomas alemão, francês e italiano
Com isso fui aprendendo, errando e, por fim, cozinhando um pouquinho melhor a cada dia.

Por causa do friozinho do outono, essa semana fiz caldo verde.
Receita do blog Panelaterapia
Hoje em dia eu já inovo bastante na cozinha e vou experimentando e fazendo pratos novos e diferentes pra mim. Também aprendi muito e me inspiro em sites do Brasil, da Suíça e da Alemanha que ensinam pratos e doces diferentes. Eu adoro!!

Os blogs de culinária da Suíça e da Alemanha que eu mais gosto, respectivamente, são os blogs Sweethome, da Marianne Kohler (além de culinária tem muita coisa de decoração) e o Sasibella, da Sandy (com doces e bolos incríveis).


Bolo de Limão com Mirtilos e framboesas coberto com queijo fresco, receita do blog da Sassibella

Já no Brasil sou fã da Rita Lobo e gosto do blog panelinha, além do site UOL de receitas, do site da Tati, o Panelaterapia, entre outros. 

Bolo de chocolate com ganache de chocolate e laranja. Receita da Rita Lobo
Hummmm deixa eu parar de escrever este post que já está me dando fome!!!

"Pacabá": bolo de cenoura com calda de chocolate.
E vocês, o que vão cozinhar de bom para este final de semana? Gostam de cozinhar, cozinham por obrigação, ou empurram isso, literalmente, com a barriga, rs... ?

Um final de semana apetitoso pra vocês!!

Continue lendo ››

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...