9.5.14

Da arte de reclamar e de ser mal educado

Ontem eu fui ao Consulado Brasileiro em Zurique para renovar o meu passaporte. Alguns serviços consulares exigem que você agende primeiro um horário pela internet, o que eu, particularmente, acho ótimo! Facilita. Você sabe (ou tem pelo menos uma idéia, já que pode atrasar um pouco) da hora em que será atendido e não precisa chegar lá às 05:00 da manhã, rs.. para pegar uma senha para o atendimento. Na página do consulado na internet tem todas as informações para o tipo de documento/serviço que você precisa. É só ler e se informar, poxa vida!

Logo que pego o elevador, já escuto de uma Sra. que esse esquema de agendamento pela internet é um horror e dá muito trabalho. Eu digo que não achei não, que eu achei bom e que facilita e etc... ela vira a cara pra mim, rs.. provavelmente porque não encontrou uma cumplice para a sua reclamação.

E sempre que vou ao consulado vejo gente reclamando. E pelo que observo são pessoas que não levaram a documentação completa e querem que os funcionários deem um jeitinho ou façam um milagre com os papéis delas. Vejam bem, enquanto a gente espera, inevitavelmente não dá para deixar de ouvir algumas histórias, rs...

Eu nunca tive uma reclamação do Consulado Brasileiro de Zurique. Sempre que fui lá, resolvi o que tinha para ser resolvido e fui bem atendida. Vai ver que é porque eu tive "sorte" e levei toda a documentação em ordem, rs...

Mas o que mais me choca, é gente que dá piti, bate o pé para o funcionário do consulado, reclama, grita até, diz que o caso dela é urgente e etc... Eu duvido, DUVIDO, se essas pessoas fariam o mesmo com um funcionário suíço em uma repartição suíça qualquer. Mas porque o funcionário é brasileiro, "pode" né?!

Falta de educação é uma coisa que sempre me chateia. Seja com ou em qualquer nacionalidade, seja com quer for. Seja em qualquer lugar do mundo. É uma coisa que eu não aceito.

10 comentários:

  1. Esse é o problema de alguns brasileiros, que se acostumaram a sempre "darem um jeitinho" e não entendem quando não existe mais essa possibilidade. Também acho ótimo marcar hora pela internet, mas aqui na França ainda não fizeram. Algumas pessoas reclamam de outros serviços que é impossível encontrar um horário disponível no site, aí é outra coisa, se o sistema não funciona direito.
    Da última vez que fui ao consulado (poucas semanas atrás) uma brasileira chega comendo e o segurança diz "bom dia". Ela não responde e ele insiste, aqui na França é superimportante dizer "bom dia" quando se chega e tchau quando vai embora. Ela respondeu bem grossa "não viu que estou de boca cheia???". Bom, eu achei que mal-educada foi ela que chega de boca cheia em uma repartição pública!!! E ainda deixando cair migalhas no chão do consulado.

    ResponderExcluir
  2. Gente que deu motivo para o outro e quer ganhar no grito.

    ResponderExcluir
  3. oi Sandroca

    A falta de educação atravessa o mundo, pior que fica feio para nós brasileiros né?
    Pq devem surgir comentários.
    Fazer o que né? Educação não se compra ou se tem ou não se tem.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Verdade,se fosse um suiço atendendo, a situação seria diferente,o povo aqui não se respeita entre si, pior, ainda tratam mal o conterrâneo q só está lá fazendo o trabalho dele e não tem q dar "jeitinhos" só pq está diante de um brasileiro...

    ResponderExcluir
  5. Entao isso faz parte do consulado europeu, aqui tbm o nosso é otimo, tbm funciona do mesmo jeito, com agendamento e eu acho perfeito que seja assim. As pessoas veem problemas porque elas proprias nao leem o que esta perfeitamente detalhado no site do consulado e nao levam os documentos necessarios. Tem tempo suficiente pra isso e nao o fazem.. e saem ou entram reclamando, frustrados, porque percebem que apesar de ser um consulado brasileiro, nao existe, gracas ao bom Deus, o famigerado, jeitinho brasileiro.

    ResponderExcluir
  6. Tem muita gente que se acostumou tanto com o tal do jeitinho que esquece que hoje em dia as coisas sao mais organizadas, geralmente na internet antes de resolver qualquer coisa em orgao publico da pra saber se precisa agendar ou nao, o que precisa levar, quantas copias, dias, horarios, mas infelizmente tem muito cabecudo; tambem ja percebi que tem gente que e tao adepta do jeitinho que mesmo ciente que ele nao vai funcionar gosta de arriscar, me pergunto se e pelo prazer de reclamar depois.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. A pobreza de espírito sai do Brasil e vai pra qualquer lugar do mundo junto com a pessoa. Educação é uma coisa que infelizmente falta e muito para o brasileiro. E não tô falando somente de estudo pq existem mestres, pós-graduados que são tão mal educados qto um que nunca estudou na vida...

    Kisu!

    ResponderExcluir
  8. Já faz tempinho, dei uma "chamada feia"numa amiga hahaha com este tipo de postura. Tem preguiça de ler e quando lê não presta atenção, não procura entender. E pior, vai pro Consulado achando que chegando lá eles tem que atender e pronto. Daí volta pra casa, sem resolução, óbviamente, e reclamando. Gente assim, quem aguenta?!?!?

    ResponderExcluir
  9. Brasileiro tem mesmo mania de reclamar. Domingo retrasado no aeroporto de Amsterdam a caminho do Brasil, tinham filas enormes para o check-in, depois a da polícia, mais um longo caminho a percorrer até chegar ao portão de embarque, e lá uma fila imensa para a revista. Mas os brasileiros estavam em silêncio, quando chegamos ao Brasil a fila da Polícia Federal estava dando voltas e aí o povo começou a reclamar e pensei: pq na Holanda ninguém falou nada, mas depois de longas 12 horas enfim chegamos ao nosso destino, essas pessoas ainda nem colocaram o pé pra fora do aeroporto e já estão reclamando?! Sinceramente isso me indignou!

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente essa é a mais pura realidade. Falta de educação é algo que eu também não aceito.
    Por enquanto, não vi esse comportamento no Consulado daqui, mas em compensação vi um casal de brasileiros, nesses quiosques de informações turísticas em Estocolmo, dando piti. Tudo isso porque o cara comprou um cartão turístico e como ele resolveu antecipar a viagem de retorno, queria o dinheiro de volta. Juro pra você que fiquei com vergonha de ver a cena. A mocinha toda simpática explicando o motivo pelo qual não podia fazer e a turistada toda só olhando e comentado. Vergonha alheia!

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...