26.1.13

Não basta ser Tina Turner...

O assunto do momento aqui no país Helvético é a concessão da nacionalidade suíça para a Tina Turner. Há dois anos atrás ela entrou com o pedido de naturalização e foi informada sobre as bases para requerer a nacionalidade suíça, como por exemplo: teste de alemão e conhecimentos gerais sobre o país.

Apesar dela ser uma celebridade, não houve favoritismo, o processo para a obtenção do passaporte suíço foi normal, igual como é para todo mundo. Não teve "jeitinho", e nem um Putin para facilitar as coisas, rs...

Foto: Welt.de

Há milllll anos atrás parece que quem se casasse com um cidadão/cidadã suíço(a) tinha automaticamente o passaporte suíço. Depois as leis de concessão de cidadania foram ficando mais restritas. Quer saber? eu acho mais do que correto a aplicação de uma prova e teste oral, se você quer ser cidadão de fato e de direito tem mais é que, no mínimo, saber o idioma do país em que quer viver!

Segundo o jornal 20 Minuten, Tina Turner teve aulas mais aprofundadas do idioma, passou no teste e hoje está apta para receber a naturalização.

Tina Turner vive há vinte anos na Suíça, em Küsnacht no cantão de Zurique. Ainda, segundo o jornal 20 Minuten, uma das razões pelas quais Tina quis a nacionalidade suíça é o respeito que o país garante em relação a sua vida privada. Ela disse que se sente ligada e acolhida na Suíça, vive aqui sem assédio e como uma cidadã normal. 

Tina Turner - Simply the Best :-)



42 comentários:

  1. nao sabia q ela morava ai!
    quantos anos ela tem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 73 com carinha de 50! Marido foi no último concerto dela e disse que a mulher tem uma energia que muito jovem não tem!! Incrível.

      Excluir
  2. Que bacana isso, de não haver tratamento diferente. Todos são iguais perante a lei, em qualquer país sério deveria ser assim. Parabéns para a Suíça e para a Tina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria que isso fosse regra e não exceção, pena! Mas um dia a humanidade evolui e chegamos lá :-)

      Excluir
  3. Gente, com a minha ignorancia toda eu nem sabia que ela era viva ainda, muito menos que morava na Suiça. Aqui também temos a prova de holandes e conhecimentos gerais pra concessão da nacionalidade, não acho errado, mas sempre rola a polemica principalmente com jogador de futebol estrangeiros que eles dão um jeitinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela tá mais viva do que nunca...rs.. Aqui não tem jeitinho pra essas coisas, não que eu saiba :-).

      Excluir
  4. Sandra, gostei muito dessa postagem. É bom a gente saber que ainda existem lugares onde as coisas andam direito.
    Vivendo e aprendendo.
    Beijos
    Manoel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não canso de me surpreender com o que descubro e aprendo. O mundo é mesmo surpreendente! Abs!!!

      Excluir
  5. Que legal!!! Do jeito q tem q ser o imigrante respeita o país e é respeitado. Queria que aqui tb fosse assim!

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Países grandes sempre são mais complicados Rebecca. Imagino que o controle de imigração nos EUA seja um tema bem delicado, bem mais do que aqui! Bjs

      Excluir
  6. Esse assunto p quem mora em outro país uma hora chega e concordo tb se queremos viver em outro país, obter a nacionalidade, temos que aprender a língua, nos comunicar, conhecer a história, a cultura enfim, será q no Brasil é assim? Espero q seja, nao dá pra chegar e se instalar sem fazer o minimo, como essas coisas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faço idéia de como seja no Brasil! Mas lá com certeza, eu acho bem mais complicado viver sem falar o português, pois proporcionalmente pouca gente fala inglês no Brasil. Em Zurich se você falar só inglês consegue viver sem problemas, mas eu acho super importante falar o idioma local para se integrar. Bjs

      Excluir
  7. Oi vizinha. Pensei em comentar do Putin com o Depardieu, mas vc já cuidou disso. Depois pensei em falar que acho justo o estrangeiro ter que passar por um teste... e vc tb já tinha falado. Acho que estamos pensando parecido... ;)
    Beijos e bom fds

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou pensamos parecido ou fui meio óbvia :-). hahah. Bjs vizinho e boa semana!

      Excluir
  8. Concordo com você.
    É muito fácil querer a cidadania de um outro país e não querer se envolver minimamente com ele.
    Acho que tem que aprender a língua e saber o mínimo sobre a cultura e a história do país.
    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho. Fico boba quando "trombo" com pessoas que vivem há anos aqui e não falam o idioma! Eu jamais conseguiria viver assim. Bjs

      Excluir
  9. Sandrinha, esse critério de igualidade reflete a seriedade do país.
    Seja Tina Turner ou John Kohl (Zé das Couves, tradução livre kkk) a lei é das gleich!
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, adorei o John Kohl!!! A igualdade aqui é levada a sério! Küssen

      Excluir
  10. SHE´S SIMPLY THE BEST!!! adoro a Tina Turner ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu admiro a história de vida dela. Como já comentaram abaixo, ela passou mal bocados, mas não se deixou abater por isso. Vc viu o filme com a história dela? Se não viu assista, pois é muito bom!! Bjs

      Excluir
  11. Eu tenho uma opiniao diferente sobre os critérios de residencia permanente e cidadania.
    NA Australia e na Nova Zelandia, por exemplo, há milhares de imigrantes que nao falam ingles. Nada. zit. Nem uma palavra. Eles se comunicam entre si, ou através de gestos. É muito mais dificil para eles, do que para nós. Quem sofre em nao conseguir se comunicar, é a pessoa, não o "outro".
    Mas esses imigrantes "mudos", tem filhos. E o problema acaba exatamente ai. A geração seguinte soluciona o problema, se integra. Ponto.

    Eu fico imaginando o que leva uma pessoa a preferir viver isolada no país alheio do que no seu próprio. se até ser "surdo mudo" em outro país é melhor que viver no seu próprio país, eu acho que eles são benvindos!

    Claro que cada país é um país - e que tomem as decisões que achem mais acertadas. Eu admiro a postura da Australia e da NZ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que a integração é uma questão muito mais pessoal do que social! Se integra quem quer, aprende o idioma quem quer. A Suíça ajuda muitos asilados e pessoas que vivem pelo sistema social pagando por ex. cursos de alemão, e muitos vão as aulas porque são "obrigados" a frequentarem, mas não têm real interesse em aprender. EU particularmente não conseguiria viver em um país sem aprender o idioma local ou um idioma que me permitisse comunicar com todo mundo (inglês, por exemplo). Os imigrantes tb contribuem para o desenvolvimento de um país, mas regras são regras, também não dá pra julgar a situação de muitos que aqui vivem como "surdo-mudo", não deve mesmo ser fácil... No passado muita gente conseguiu um passaporte suíço sem saber quase nada a respeito do país, sua história, seu idioma, muitas vezes agindo de má fé, como por ex. casamento de fachada. Bom, cada caso é um caso...
      Eu sou a favor das novas regras sim. Quer cidadania? Aprenda o idioma, as regras e a história do país que você escolheu para viver!

      Excluir
    2. É verdade que muito imigrante chega aqui e não tem as minímas condições psiquícas de aprender qq coisa. Eles vieram de países em conflito, a família muitas vezes está correndo risco ou espalhada em algum outro canto. É muito complicado Inaie, muito! Mas eu falo de imigrantes que poderiam sim, mas não estão a fim de nada, rs...

      Excluir
  12. Eu gosto demais dela. Uma vida de lutas e sucesso mas que nao a deixou maluca por isso.

    Legal a atitude da Suica, o que anda acontecendo com Gerard D'...é o cúmulo do absurdo, aliás ele é o próprio absurdo...um ator excelente mas com caráter a desejar e ele se acha o dono da verdade. Nao éa toa que o nariz dele é enooooooooooooorme, rs.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb admiro muito a Tina Turner pelo talento e pela sua história de vida. Quanto ao Depardieu, eu não sei nada sobre o caráter dele, conheço um pouco da carreira dele através dos filmes. Eu acho que ele ficou bem foi de saco cheio de ter pagar uma fortuna em impostos e ser chamado de ridículo pelo ministro francês. Essa história ainda vai dar mais pano pra manga. O Putin, foi bem oportunista oferecendo a ele cidadania. Esse jogo ainda não terminou, eu acho, rs... Bjs

      Excluir
  13. Oi Sandra, não sabia que ela vivia por esses lados não! Também sou super a favor das medidas que a Suíça toma para a obtenção da cidadania. Como alguém pode ser cidadão de um país sem ao menos conhecer a história, regras e idioma? Não dá para se integrar em um país sem esses requisitos!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, ela já mora aqui há quase 20 anos, em um dorf às margens do lago de Zurique. Eu conheci uma suíça que mora pelos lados de lá e ela disse que não é difícil ver a Tina caminhando por lá :-).
      Quanto aos critérios de cidadania eu sou da mesma opinião que você! Bjs

      Excluir
    2. Sandra, olhando a foto dela acima, acho que já a vi na rua também (fazia tempo que não via uma foto atual da Tina), e ela falava português;-).

      Excluir
    3. Não sei se esta foto dela é atual. Acho que em Küsnacht não deve ser difícil vê-la, já que ela leva uma vida normal. Agora dizer que a Tina Turner fala português é realmente uma novidade pra mim.

      Excluir
    4. Era só uma brincadeira, Sandra;-). É que pela foto eu não reconheci a Tina Turner e pra mim ela poderia passar por alguma conhecida minha, brasileira possivelmente. Acho que se a visse na rua não reconheceria (a menos que ela ela cantasse, rs).

      Excluir
  14. Sempre admirei varias coisas na Suica e agora passo a gostar mais ainda do pais. Queria muito que os EUA fossem assim, aqui e uma bagunca no quesito linguas, especialmente espanhol. Acho absurdo orgaos do governo dar a opcao do atendimento em espanhol, poxa se a lingua do pais e ingles aprende e ponto, assim acabaria com esse oba-oba que ta. Mas quanto maior o pais mais dificil e delicado o tema se torna. Mas para a sorte de voces ai a coisa e bem diferente e funciona pra todo mundo =) e nem sabia que a Tina ainda tava viva e que vivia por ai.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, essa é uma questão delicada: falar ou nâo outro idioma para atender o imigrante? Não tenho uma opinião formada, mas Zurique mesmo, na maioria das prefeituras os funcionários falam inglês, o que sem dúvida é uma mão na roda e ajuda muito o recém chegado. Dai em diante é responsabilidade de cada um falar ou não a lingua local.

      Excluir
  15. Isso é que é país... Se fosse no Brasil, não precisava fazer nada só pq é famosa.
    Quando eu leio coisas assim, sempre lembro daquele caso do cantor de pagode Alexandre Pires que atropelou uma criatura na rua, tinham provas, foi filmado e ficou por isso mesmo pq ele era famoso lembra? Essas marmotas só no Brasil, mesmo.

    ResponderExcluir
  16. Acho que está mais do que certo exigir conhecimentos do idioma e da cultura do país. aqui na França, os mais "antigos" dizem que antes a nacionalidade era automática para quem se casava com um cidadão francês, mas agora é complicado e demora anos!!! Mas não posso reclamar, pois com residência provisória, pela lei, temos praticamente os mesmos direitos (não podemos votar nem participar de concurso público, nem abrir uma lotérica...)

    ResponderExcluir
  17. tava escrevendo um comentario e sem quere apertei uma tecla....entao nao sei se o txto foienviado ou nao!!!! mas vamos lá novamente.....eu nao sabia que Tina morava na suiça ha 20 anos...acho que Phil Collins tambem mora ai....e realmente nunca nem vireportagens ou fotos deles ai na suiça....gostei ..ela nao usou o famoso jeitinho...e ainda esperou 2 anos.....e como foi como vc? teve ou tem que ter aulas de historia....e alemao? bj

    ResponderExcluir
  18. Oi Sandra! Nossa, até a Tina fazendo prova que nem a gente?!?! rs Gente, pra mim esta mulher já tinha era virado lenda! hahahaha É...tem que "saber sambar" mesmo rs...Bom, já de volta das férias e colocando as coisas em ordem! Beijos e até mais.

    ResponderExcluir
  19. Que bacana! Nao sabia que ela morava na Suica!
    Justo e imparcial. Há apenas 6 dias aqui, já comeco a admirar esse país... =)

    ResponderExcluir
  20. Nossa Tina Turner na Su'ica??? que legal isso... tamb'em concordo com voce, tem que saber o idioma!!!!
    ixi... pior pra mim isso... : ).
    Mas serio tamb'em acho que 'e o minimo para se naturalizar no Pais.
    ja ja voce topa com ela por a'i!!!
    beijosss

    ResponderExcluir
  21. Que máximo!! Cara, a Suíça é demais mesmo né? Tão "nem aí" pra ninguém. Seja famoso ou nao, vai passar pelo processo normal. Isso mostra que é tudo é igual pra todos. Gostei!

    ResponderExcluir
  22. Sandra, está tudo bem por ai?

    Dê noticias...

    Bjos

    ResponderExcluir
  23. Cadê minha amiga Sandra???!!! Estou com saudades das simpáticas e instrutivas postagens.
    Espero que esteja tudo bem por ai. Qualquer coisa, estamos a seu dispor.
    Um abraço
    Manoel

    ResponderExcluir
  24. Engraçado, Sandra, não fazia ideia que ela vivia aí na Suíça! Todos os dias se aprende algo, né! :)

    Também concordo com o exame de língua, faz todo o sentido! Aqui na Suécia, pelo que sei, basta uma pessoa viver no país há mais de 5 anos (menos se o/a parceiro/a for sueco/a) e meios financeiros para se sustentar.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...