13.11.12

Luzes azuis nos banheiros x consumo de drogas

O tema é um pouco pesado...

Muitos banheiros públicos da Suíça são equipados com uma luz azul. Na primeira vez que eu entrei em um, tive uma sensação muito estranha, pois você não enxerga "bem" lá dentro. Depois, soube que a luz azul é uma medida contra os viciados em drogas injetáveis, especialmente a heroína.




A luz azul impossibilita que você enxergue as suas veias, e com isso, o usuário de drogas injetáveis fica impossibilitado de se injetar. Você se enxerga em azul, é muito estranho :-(. Soube que em algumas cidades alemãs, alguns banheiros públicos (até de bibliotecas) também são equipados com a luz azul.

Há uns doze, quinte anos atrás, Zurique era considerada o centro de drogas na Europa. Muita gente vinha pra cá pra consumir, comprar e vender, e não havia em Zurique uma política de prevenção contra o uso de drogas.

Atualmente existe um programa de redução de danos para os viciados em heroína, no qual o governo suíço disponibiliza para quem está inscrito no programa de tratamento de toxicodependência, a metadona, que também é um narcótico, porém sem os efeitos danosos da heroína. Há, inclusive uma Van branca, que fica estacionada às margens do Rio Limmat, cujo objetivo é o de disponibilizar a metadona para os dependentes. Os responsáveis pelo programa garantem que a iniciativa vem dando resultado. O uso de entorpecentes, naturalmente continua proibido, ainda há tráfico e consumo, porém em menor escala.

O parque Platzspitz, localizado às margens do Rio Limmat, e ao lado da estação central de trens de Zurique, era o lugar em que acontecia o maior consumo de entorpecentes da Suíça. O parque chegou a ser fechado para que os usuários fossem retirados de lá e encaminhados para tratamento e medidas preventivas. Atualmente o parque está "limpo", mas ainda hoje é muito comum, em uma caminhada por lá, especialmente no verão, cruzar com policiais fazendo ronda. A expulsão dos viciados em drogas do Platzspit mudou a cena da cidade e proporciou uma melhoria na qualidade de vida de Zurique.


Platzspitz às margens do Rio Limmat


 A descriminalização das drogas é um tema muito polêmico, e eu não quero entrar neste debate, mas quando alguma coisa séria é feita, os cidadãos sentem-se seguros, a cidade ganha, e o dependente químico tem, garantido pelo Estado, acompanhamento e a chance de se recuperar.

21 comentários:

  1. Sandra, em outras palavras, dão importância para a recuperação dos seres humanos e não para a punição. Alta cultura é outra coisa, não é?

    Estava com saudades de suas postagens.
    Beijos
    Manoel

    ResponderExcluir
  2. E verdade que o tema da liberacao e descriminalização das drogas e muito polemico e complicado, mas ninguem pode negar que quando existe uma politica seria para tratar disso todo mundo sai ganhando. Esse banheiro de luz azul e uma otima estrategia para evitar o uso de heroina agora que da um nervoso olhar isso da.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Ai Sandra eu tenho tanta pena dessas pessoas que entram no mundo das drogas, pois não só a pessoa sofre mas a familia e a sociedade tbm.
    Otima iniciativa, mesmo não resolvendo o problema em 100% diminuindo um pouco já é um lucro.
    Bjkas pra vc.

    ResponderExcluir
  4. Sandra, que interessante!!!! Primeira vez qye ou'co falar desse tipo de luz em banheiros. Imagino que seja estranho mesmo ficar num lugar com o tipo de luz assim. Eu já tinha assistido um documentário sobre o uso de drogas na Suíça, e já tinha ouvido também falar desse programa que ajuda os dependentes químicos.
    Muito bom o seu post como sempre. =)
    Um beijo e boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Sandra, que estranho esse negócio de banheiro com luz azul, mas ao mesmo tempo é uma ideia ótima! Ng quer entrar num banheiro público e encontrar pessoas se drogando. Isso iria assustar turista e muita gente iria perder dinheiro com isso, né?
    Sem contar com os moradores da cidade, que teriam medo de passar perto dos banheiros públicos.
    No Brasil, em SP e no Rio o que aconteceu com o parque Platzspitz está acontecendo com os usuários de crack. Eles escolhem um lugar X e formam crackolandias... É assustador. Usam crack dia e noite e assaltam todo mundo. Uma pena... :(

    É muito importante q algo seja feito. Não há dinheiro que pague a maravilha que é viver sem medo de ser assaltado!

    Ótimo post, querida!

    Beijão,

    Rebeca
    xoxo

    ResponderExcluir
  6. Nossa que diferente ne?

    Gosto de saber das curiosidades e de suas aventuras.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Tem um documentário, muito bom, com a participação do FHC, que fala sobre esse caso dessa praça que você citou, de como eles tiveram uma ideia estupida e depois resolveram.
    Eu nao sabia dessa dos banheiros! faz todo o sentido

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha me deparado com essas luzes, e se tivesse visto, nem saberia para que serve! Muito interessante as suas explicações!
    Tb não imaginava Zurique como um antigo centro de consumo de drogas. Vivendo e aprendendo! Mas aqui na França se comenta que a Suiça continua rica pois recebe todo o dinheiro do tráfico de drogas (em seus bancos). Mas nunca pensei muito sobre esse assunto consumo-trafico de drogas e a Suiça. Felizmente a situação tem melhorado com a ajuda de políticas públicas!

    ResponderExcluir
  9. Que interessante esse lance da luz azul nos banheiros. Que ideia ótima! Na Espanha, nunca havia visto.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Oi Sandra!
    que idéia legal... eu nao gosto de drogas!!! any way, achei esta iniciativa bem legal, uma vez que o uso é intenso em banheiros públicos de bares, etc...

    Que em todo banheiro fosse Äzul"... :)
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Sandra, que interessante a luz azul nos banheiros!! Idéia super válida, mas acho que eu ficaria zuretinha ao entrar em um banheiro com luz assim!! É tão interessante ler posts que mostram todas as faces de um lugar... Normalmente, achamos que pessoas se drogando, praças tomadas por usuários e coisas relacionada, só acontecem em certos países! Obrigada por compartilhar! Bjss

    ResponderExcluir
  12. Super interessante, Sandrinha!
    Eu não me lembro de ter entrado em um banheiro com iluminação azul na Alemanha... Mas agora saberei o motivo ;)
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  13. Ótima conclusão, vizinha. Sempre há o que fazer pra melhorar a situação e sua cidade é um bom exemplo. Já vi aqui e na Irlanda alguns banheiros com essa luz azul, mas não foram muitos. Só não sei dizer se é falta de necessidade ou de cuidado...
    bjos

    ResponderExcluir
  14. Oi Sandra! Interessante, já havia visto um banheiro assim perto da estação de Basel, mas nem me toquei... Acho interessante esse tipo de "tratamento", lembro quando fiz estágio lá no centrão de SP e havia algo parecido na saúde pública - uma política de redução de danos. Na verdade, lá eles doavam as seringas e agulhas para evitar o uso compartilhado e assim evitar o aumento de transmissão de HIV. Não trata o problema, mas reduz outros muuuito maiores né! Mas é uma grande discussão esse tema... Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olha só que interessante, nunca soube do banheiro da luz azul. Pois é, este negócio de drogas é um problema muito sério mesmo, ainda mais quando a situação ganha proporções tamanhas e a sociedade em geral sofre. No Brasil, penso que eles só transferem os problemas de lugar, porque atacar mesmo pela raíz, já é outra história. Bjs

    ResponderExcluir
  16. Sandra, tudo bem?

    Nao sabia das luzes azuis em banheiros.

    Infelizmente chegamos a tal ponto que acho isso muito bem elaborado para que ao menos por alguns minutos mais o consumidor em drogas adie tal ato.

    Muito interessante.

    Bom fim de semana

    Bjos

    ResponderExcluir
  17. Eu NUNCA iria adivinhar o propósito dessas luzes! Todos os dias se aprende algo... :) Realmente o tema da descriminalização das drogas é muito complexo, e quando o fizemos em Portugal houve muita especulação, houve quem prevêsse que o país se iria transformar num paraíso de "sol e drogas" mas não foi isso que aconteceu. Além disso, a par das leis, abriram-se as chamadas "salas de chuto", com programas de trocas de seringa etc. Não resolveu o problema da droga, mas também não é ao ignorar a existência do problema que se soluciona algo... Bem, tem aqui um artigo curto mas interessante sobre o tema:

    http://opiniaoenoticia.com.br/sem-categoria/o-sucesso-da-descriminalizacao-de-drogas-em-portugal/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Não sabia disso,da iluminação azul...interessante...será que isso já existia na época em que foi lançado o livro "Eu,Christiane F.,13 anos,drogada e prostituida" ???? Esse livro gerou um filme,lembro que mexeu muito com a opinião pública,e a personagem vivia na Alemanha,acho que em Berlim...vc leu esse livro? Acho que ele ainda traz uma mensagem atual.Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Que post interessante!!! Esse tipo de luz não é muito comum por aqui, mas na Dinamarca eles usam uma luz amarela na maioria dos banheiros públicos.
    Drogas é realmente polemico. Eu sei que muitos hospitais aqui distribuem siringas limpas para os drogados. Eles acham que como é dificil largar o vicio, que pelo menos previnam as doencas decorrente do uso da siringa.

    ResponderExcluir
  20. Nossa... que inteligente! Algo simples, mas efetivo!

    ResponderExcluir
  21. Oi Sandra! Estava com saudade de ler seus posts super interessantes! Eu nunca entrei em banheiro assim e se tivesse entrado não saberia o porquê da iluminação azul. Concordo que essa é uma medida bastante inteligente!
    Um abração!
    Ana

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...