30.11.12

Zurique: em clima de Natal

Começaram as feirinhas e os mercadinhos de Natal (Weihnachtsmarkt) por aqui. O mais conhecido mercadinho de Natal de Zurique, creio que seja o que fica na estação central de trens (Bahnhof) que ocupa todo o espaço do saguão principal.



Diariamente circulam milhares de pessoas por lá e agora entre a espera de um trem e outro, vai dar pra dar uma olhadinha nas decorações e presentes de natal, que estão muito bonitinhos!!!








Além disso, dá pra comer uma raclette, tomar o Glühwein (vinho quente), comprar algumas gulodices, ou mesmo artigos de frio como cachecóis, luvas e até capinhas para Ipod que estão sendo vendidos por lá :-).






Outra atração que enche os olhos de quem passa por lá é a árvore de natal gigante toda decorada com cristais Swarovsky! A mesma árvore é exposta há alguns natais, mas ela nunca perde o encanto.



Peças Swarovsky expostas na base da árvore

Fora da estação central, nas imediações da Bahnhofstrasse, também foi montado um mini mercadinho de Natal. Não faltarão opções de compras!!



Eu adoro o Natal!! Podem dizer que virou comércio, que a data é mercantilista, mas pra mim Natal significa uma época de sonhos e me faz acreditar que a bondade existe. :-). Semana que vem começo a decorar a minha casa para o Natal!


Continue lendo ››

23.11.12

Chocolate do dia: CABRUCA BRASIL

Há alguns dias atrás, andando pela rua Banhofstrasse em Zürich, vi na vitrine da Läderach, que é uma loja de chocolates finos, a menção de um chocolate feito com 70% de cacau brasileiro chamado Cabruca Brasil.




Logo me despertou a vontade de experimentar um pedacinho, porém a loja estava tão cheia de turistas chineses e japoneses, que eu desisti de entrar lá :-(.

Mas ontem matei a vontade e comprei um pedacinho para provar. A Läderach é uma loja bem democrática, você pode entrar lá e comprar só um pedacinho de chocolate, ou fazer um mix de sabores, é bem interessante e perigoso, porque com isso dá pra provar diversos tipos. E vou dizer escrever: que delícia de chocolate!!! Já quero voltar lá e comprar mais um pedaço, antes que acabe:-).



Eu fico super orgulhosa quando vejo um produto brasileiro em destaque por aqui, ainda mais em uma loja tão conceituada como a Läderach, que fabrica chocolates gourmets com diversas combinações: frutados, com pimenta, ao leite, black, com amêndoas, com amareto e eles estão sempre inovando. A criatividade e a delicadeza no preparo do chocolate enche os olhos de quem entra na loja, pois dá pra ver como são feitas algumas trufas.




Coincidentemente, hoje saiu essa resportagem no Estadão, mencionando que o chocolate corre o risco de acabar, devido a mudança no solo da África, que é a responsável por 72% de toda a produção mundial de cacau.

Eu não sou chocólatra, mas tenho os meus ímpetos de comer chocolate de vez em quando. O que será do mundo se o chocolate realmente acabar?
Oremos!


Continue lendo ››

20.11.12

No balanço das horas

Na Banhofstrasse, a rua comercial mais conhecida de Zurique, existe uma atração - quase a parte do mundo de compras - que é o relógio da loja Kurz, que vende, logicamente relógios caros finos e jóias.

A loja é bem fácil de ser localizada, fica no começo da Bahnhofstrasse, no número 80, quase em frente a loja da Manor.

O Glockenspiel - como é chamado aqui na Suíça esse relógio - toca uma melodia duas vezes por dia: às 11:00 e às 16:00hs. Os bonequinhos, que estão dentro do relógio, vão se movendo e prendendo a atenção dos transeuntes, fazendo-os parar para acompanhar o movimento deles. Vira e mexe eu também paro para assisti-los :-). Da última vez fiz até foto :-)


 ..."eu conto as horas pra pode te ver, mas o relógio tá de mal comigo..."



O relógio, que foi um presente para Zurique, dado por Armin Kurz (ex proprietário da loja), custou cerca de um milhão de francos e foi inaugurado em 1982. Os bonequinhos "vestem" figurinos de diferentes regiões da Suíça.

Encontrei este vídeo curtinho no youtube.



Vocês também não parariam para ver os bonequinhos?
Continue lendo ››

13.11.12

Luzes azuis nos banheiros x consumo de drogas

O tema é um pouco pesado...

Muitos banheiros públicos da Suíça são equipados com uma luz azul. Na primeira vez que eu entrei em um, tive uma sensação muito estranha, pois você não enxerga "bem" lá dentro. Depois, soube que a luz azul é uma medida contra os viciados em drogas injetáveis, especialmente a heroína.




A luz azul impossibilita que você enxergue as suas veias, e com isso, o usuário de drogas injetáveis fica impossibilitado de se injetar. Você se enxerga em azul, é muito estranho :-(. Soube que em algumas cidades alemãs, alguns banheiros públicos (até de bibliotecas) também são equipados com a luz azul.

Há uns doze, quinte anos atrás, Zurique era considerada o centro de drogas na Europa. Muita gente vinha pra cá pra consumir, comprar e vender, e não havia em Zurique uma política de prevenção contra o uso de drogas.

Atualmente existe um programa de redução de danos para os viciados em heroína, no qual o governo suíço disponibiliza para quem está inscrito no programa de tratamento de toxicodependência, a metadona, que também é um narcótico, porém sem os efeitos danosos da heroína. Há, inclusive uma Van branca, que fica estacionada às margens do Rio Limmat, cujo objetivo é o de disponibilizar a metadona para os dependentes. Os responsáveis pelo programa garantem que a iniciativa vem dando resultado. O uso de entorpecentes, naturalmente continua proibido, ainda há tráfico e consumo, porém em menor escala.

O parque Platzspitz, localizado às margens do Rio Limmat, e ao lado da estação central de trens de Zurique, era o lugar em que acontecia o maior consumo de entorpecentes da Suíça. O parque chegou a ser fechado para que os usuários fossem retirados de lá e encaminhados para tratamento e medidas preventivas. Atualmente o parque está "limpo", mas ainda hoje é muito comum, em uma caminhada por lá, especialmente no verão, cruzar com policiais fazendo ronda. A expulsão dos viciados em drogas do Platzspit mudou a cena da cidade e proporciou uma melhoria na qualidade de vida de Zurique.


Platzspitz às margens do Rio Limmat


 A descriminalização das drogas é um tema muito polêmico, e eu não quero entrar neste debate, mas quando alguma coisa séria é feita, os cidadãos sentem-se seguros, a cidade ganha, e o dependente químico tem, garantido pelo Estado, acompanhamento e a chance de se recuperar.

Continue lendo ››

8.11.12

11 melhores momentos de sempre & selinhos

Ganhei alguns selinhos há alguns dias atrás, e quero agradecer a Carla do blog Sonhos na Itália e a Gisley do blog Querido Deus Obrigada por me exportar, pelos selinhos, que vieram quase que simultaneamente e referem-se ao Prêmio Dardo:






Segundo o seu criador, o Prêmio Dardo destina-se a “reconhecer os valores demonstrados por cada blogueiro diariamente durante seu empenho na transmissão de valores culturais, éticos, literários, pessoais etc., demonstrando, em suma, a sua criatividade por meio do seu pensamento vivo que permanece inato entre as suas palavras”.


Feliz de saber que o meu bloguinho transmite tudo isso :-). Obrigada.

O outro selinho veio da portuguesinha Joana, que mora na Suécia e que escreve o divertidíssimo blog Boneca de Neve. O desafio proposto por ela foi descrever os meus 11 melhores momentos de sempre. Foi um exercício de reflexão e mais uma vez, eu me dei conta de que a felicidade é feita de coisas simples. Eis os meus melhores momentos, sem ordem de importância:

1. Ligar para a minha família no Brasil e saber que está tudo bem. Todos com saúde, todos trabalhando, todos seguindo em frente...

2. Sentar em frente ao lago em um dia de sol, depois de um longo e tenebroso inverno...



3. Lembrar do meu pai (já falecido) e de quando ele levou eu e minhas irmãs, pela primeira vez, para andar de metrô e da primeira vez em que fomos ao cinema para assistir "Os Trapalhões"...

4. Encontrar as minhas amigas, principalmente depois de ficarmos um tempão sem nos encontrarmos, e passar várias horas do dia conversando e rindo ...

5. Ver e sentir a mudança das estações do ano e aproveitar o que elas têm de melhor...



6. Olhar para o meu marido e saber que eu não poderia ter escolhido pessoa melhor para ser meu companheiro...

7. Conhecer gente nova, legal e interessante, "ao vivo" ou na blogosfera ...

8. Viajar. Não importa para onde, todo lugar é uma descoberta...

9. Cuidar da minha casa e ir a deixando com a minha "cara", desde pendurar um simples quadrinho até a compra de um móvel mais elaborado, tudo me deixa feliz :-)...

10. Ver que as flores que plantei no jardim brotaram na primavera...



11. Comer um pedaço de bolo, quando me dá aquela vontade de comer doce. Danem-se as calorias!

Obrigada Joana, adorei participar! Adoro a blogosfera. Um forte abraço a todos que passam por aqui!
 
Continue lendo ››

6.11.12

Quanto tempo você precisa para se arrumar?

Eu queria ser uma pessoa prática, mas não sou. Sou desorganizada e bagunceira, mas só um pouquinho:-). Quer dizer, eu me encontro no meu pequeno caos. Estou tentando viver com mais simplicidade e acho que já evolui muito, claro que ainda tenho muito que aprender, mas um dia eu chego lá.

Uma das coisas que tenho que aprender é, por exemplo, manter a ordem das roupas no meu guarda-roupa. Eu organizo o meu guarda-roupa no mínimo duas vezes por ano, na troca das estações. Arrumo, organizo, mas depois de um tempinho tá tudo meio que revirado :-(. E isso é uma das coisas que me atrapalha na hora de me arrumar para sair de casa.

O guarda roupa dos sonhos



Eu fico boba como algumas amigas conseguem, em trinta minutinhos, tomar banho, se arrumar e plim, estão prontas para sair. Eu preciso de pelo menos uma hora - sim, sou lerda - e olha que eu sou uma pessoa básica! Imagine se eu realmente me produzisse cada vez que eu saisse de casa?

Quando eu saia para trabalhar, na noite anterior, eu precisava deixar mais ou menos a roupa para o dia seguinte ajeitada, senão, no outro dia de manhã seria atraso na certa! Dizem que o Albert Einstein, tinha no guarda roupa dele, todos os conjuntos de roupas iguais, porque ele dizia que o tempo era muito precioso pra ser desperdiçado escolhendo a roupa que iria vestir. Eu como não sou gênio, ainda gasto meu tempo me preocupando com estas questões banais... Mas já pensou que chatice sair todo dia de casa com a mesma "cara" roupa?

No inverno então, é um problema. São camadas de roupas que você tem que vestir para se proteger do frio, fazer combinações, e etc... sem contar que quando eu já estou praticamente pronta, me esqueço que não peguei o cachecol ou a touca ou a luva. Pra isso, já estou providenciando a compra de umas caixinhas para guardar todos os cachecóis e toucas e deixar no cabideiro, assim ficará mais fácil.

Tem gente que passa praticamente o inverno todo com no máximo dois cachecóis e uma ou duas toucas (meu marido é uma delas), mas eu ainda não consegui me desapegar a este ponto, tenho vários acessórios, de várias cores, o que as vezes, mais me atrapalha do que me ajuda, rs... Contei hoje 11 toucas/gorros de inverno, não imaginei que tivesse tantos, para algumas pessoas pode não ser muito, mas como diz marido: você só tem uma cabeça :-), rs..



Daqui a pouco começa o novo ano, farei aquela arrumação geral e quero manter meu guarda-roupa com um pouco mais de ordem. Já consegui separar todas as roupas por cores. Já separei tudo o que vai para doação. Tá bem mais fácil agora. Se o caos reinar de novo, eu já tenho um mecanismo de defesa a postos. Pensarei: quem tem organização interna, não precisa de organização externa. É ou não é uma boa desculpa :-) ?

Continue lendo ››

2.11.12

Matterhorn - a montanha do Toblerone

Matterhorn é uma das montanhas mais famosas da Suíça e uma das mais fotografas do mundo!  É essa montanha que serve de ilustração para a embalagem do chocolate Toblerone e é também a imagem do meu bloguinho :-). Na verdade, Matterhorn ilustra quase tudo que é típico da Suíça, como por exemplo, os chocolates Lindt, Nestlé, e os produtos da Caran D' Ache, só para citar os mais "famosos".




Mathernorn está localizada entre os alpes da Suíça e da Itália. A cidade de Zermatt é a parte circundada pelo lado suíço.


Olha só como eu sou lindo!

Zermatt é uma das mais famosas estações de esqui da Suíça, mas também é muito agradável fazer um passeio por lá, mesmo que você, assim como eu, não seja praticamente desta modalidade esportiva :-). "Só" pelo clima e pela atmosfera alpina da cidade, já vale a pena o passeio.

Há uma infinidade de hotéis, restaurantes, lojas "normais" e de grife, lojas de souvernis e artigos esportivos pela cidade. Muitos dos hotéis oferecem pratos típicos locais, como os fondues de queijo e de carne, Rosti e torta de cebola, que é uma especialidade local.


Em Zermatt, desde 1947, carros estão proibidos de circular. Somente são permitidos carros elétricos, para que a qualidade do ar e o clima alpino se mantenha pura durante todos os dias do ano.


Exceções são abertas somente para ambulâncias e outros veículos de prestação de serviço que sejam imprescindíveis.


Outra curiosidade é que ouve-se muito português de Portugal pelas ruas de Zermatt. Estima-se que 50% da população de lá seja de portugueses!

O Museu Subterrâneo Matterhorn é uma das principais atrações da cidade. Lá é possível conhecer um pouco mais sobre a história da cidade e da famosa montanha, como também histórias das tentativas de escalada da Matterhorn, inclusive histórias trágicas envolvendo alpinistas que a tentaram escalar em condições precárias.



Típicas instalações de uma casa antiga nas montanhas

É do observatório Matterhorn Glacier Paradise de onde se tem a melhor vista da montanha. O mirante é acessível por teleféricos e está há mais ou menos 30 minutos de Zermatt, e é uma passeio que vale a pena, pois de lá se tem uma vista panorâmica dos alpes. Estivemos lá no verão e imagino que no inverno, com tudo coberto de neve, deva ser lindo!


Não parece que estamos chegando no céu?


O passarinho veio comer pão com a gente

A Suíça é um país incrível! Com a sua cadeia de alpes, você tem sempre a chance de ver paisagens maravilhosas. E não é nem preciso estar no alto das montanhas para isso. As vezes, numa simples caminhada, você se depara com paisagens únicas. O verde e os alpes estão em todas as direções. Sinto-me privilegiada de morar em um país tão bonito!

SweetZerland
Continue lendo ››

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...