16.10.12

Meus novos hábitos na Suíça

Não adianta, quando a gente vive em outro país, acabamos adquirindo alguns hábitos que, se no início, achavamos estranhos ou "demais" para a nossa cabeça e cultura, quando percebemos já os absorvemos. Esses dias me peguei pensando em alguns hábitos que adquiri vivendo aqui. Pra resumir o bla bla bla, seguem alguns deles:

 - Tratar todas as pessoas com formalidade, até que eles se tornem amigos ou conhecidos mais chegados. Na Suíça (e também na Alemanha), a forma respeitosa e cordial de se dirigir a alguém é o tratando pelo pronome "Sie", tanto faz se a pessoa em questão é homem ou mulher. Entre amigos e família o tratamento é pelo pronome "du". As pessoas costumam perguntar, quando o contato deixa de ser tão formal, se podem te tratar por "du". Percebi o quanto isto está ficando arraigado em  mim, quando dias atrás, em uma loja, uma vendedora me tratou por "du" e eu achei estranho e talvez tenha até me sentido incomodada, rs.... Fiquei até com vontade de perguntar para ela: "vem cá, te conheço", rs... Talvez seja a hora de eu passar uma temporada no Brasil, meu país, essa deliciosa terra da informalidade :-).




 - Agendar compromissos com uma certa antecedência. Marcar coisas de "última hora", meio que me deixa sem rumo, rs.... mesmo que eu não tenha muita coisa pra fazer. Compromissos devem ser marcados na Suíça com uma certa antecedência e deve-se confirmá-los. É considerado desrespeitoso se você não responder a um convite, ou pior ainda, se você confirma que vai a um evento e não aparece. E, vamos combinar que para quem vai receber é super importante saber quantas pessoas de fato irão para a festa, para o almoço ou seja lá para o que for. Quer coisa pior do que fazer aquele mundo de comida e metade dos convidados não comparecerem?

- Verificar a meterologia pelo jornal, pela internet e a noite pelo jornal na TV.  Não tem um dia sequer que eu passe sem checar a previsão do tempo. Aqui a "mulher ou o homem do tempo", que aparece na TV, são meteorologistas mesmo. A margem de acerto na previsão do tempo beira 98% de acerto. Sou viciada em previsão do tempo!

- Cumprimentar a todos, já está no piloto automático: "gruezi" (seria como um olá ou um oi em português) "gruezi miteinander", "guten morgen", "schönen abend" e etc... Suíço é meio que obcecado por cumprimentos. Caixas de lojas te cumprimentam, vendedores, funcionários de supermercados e por ai vai. É considerado uma grosseria se você não cumprimentar de volta. Alguns cumprimentos são automáticos, mas algumas pessoas são empolgadas mesmo e te cumprimentam com toda a alma! Sábado a caixa do supermercado disse para mim e para o marido, com todo o entusiasmo: Um maravilhoso final de semana pra vocês! Fiquei até feliz :-).

Grüezi - forma de cumprimento nos cantões suíços de lingua alemã


- Usar menos sapatos de salto alto. A praticidade e o conforto reinam nos sapatos daqui. Eu trouxe dois escarpins do Brasil que eu devo ter usado umas duas ou três vezes, e só. Sandálias e sapatos de salto ficam restritos a eventos especiais e olha lá, até por conta do clima e da neve. Quem se arrisca a se equilibrar na neve e no piso molhado com uma bota de salto agulha? Na verdade eu me acostumei com o jeito simples daqui. As pessoas são bem desencanadas quanto a roupas, marcas, a maioria não liga se o cabelo está escovado, se a unha está feita e por ai vai... Mesmo assim eu me cuido, sem exageros, continuo, eu mesma, fazendo minha unha, meu cabelo, e as vezes alguma coisinha a mais, porque eu sou brasileira e alguns hábitos estão arraigados em mim também. Eu tenho é medo de virar um bagulhão, rs...

20 comentários:

  1. Muito bom SAndra.hahaha virar um bagulhão foi ótimo. Pois é, aqui a gente anda e muito. Carro quase não serve pra nada hahaha pq em centro de cidade é só para pedestres. No máximo vc chega em alguma local mais próximo, estaciona em algum lugar que óbviamente tem que pagar e depois é andar e andar. Saltos altos? Pois é, quem precisa deles? rs Olha, esta coisa de compromisso, acho bacana, mas isso de marcar e desmarcar no Brasil eu já ficava fula da vida. Só não gosto de marcar coisas com muita antecedência, sei lá se estarei mesmo a fim no dia. Mas pra mim, combinado é combinado. E combinar e depois "dar perdido"...pra mim sempre foi tenebroso. Meu irmão e cunhada são assim e eu confesso que já passei muita raiva com eles. rs Os cumprimentos, hum...eu achava bem legal, mas depois descobri que é tudo "jogada de marketing" hahahaha mas enfim, é simpático e não custa nada ser educado e ter um pouco de gentileza no dia a dia, gentileza gera gentileza! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Sabe uma coisa que eu faço e achavai u ó ? Assoar o nariz em publico!
    O povo aqui faz ate em restaurante e agora eu ja acho normal, melhor do que ficar puxando pra dentro, ne?

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  3. Adoro aprender sobre essas diferenças culturais. Acho tão legal absorver o que cada cultura tem de melhor para dar (afinal, cada sociedade tem seus prós e contras, né?)
    Foi aqui nos EUA que aprendi a ser mais pontual e "polite." Comparado com o povo brasileiro, o americano é mais frio, mas de certa forma, tem mais respeito pelo tempo do outro (aqui tb se chega na hora e compromissos são agendados e cumpridos). Essa parte da cultura eu ADORO! (acho uma P*** falta de respeito vc marcar um jantar as 8 da noite, e os convidados chegarem as 9, 9:30...infelizmente, diria que, pelo menos no RJ, isso é super "normal")
    Ah de olhar a meteorologia TODO SANTO DIA eu também peguei rsrsrs Acho que é mania de quem (realmente) tem as 4 estações...aqui, nem sempre sol = calor e nublado = frio rsrsrsrs
    Essa parte da formalidade eu não sabia. Interessante isso! Seria o equivalente do "usted" e "tu" em espanhol? Será que na parte italiana do país eles também tem esse formalidade? (já que italiano é bem mais informal que alemão?!)
    Agora, tem alguma "mania" de suiço que vc não conseguiu se adaptar de jeito algum? :) (a "americana" que não consigo usar de jeito algum é o "handshake" para cumprimentos entre amigos...com estranhos/em ambiente profissionais, eu faço o handshake, mas com amigos, eu já institui os dois beijinhos...porque é MUITO esquisito dar um aperto de mão sem sal nos meus amigos queridos, independente da nacionalidade deles! :)

    ResponderExcluir
  4. Sandra, que barato!! Adorei o seu post. Engraçado como a gente acostuma com as direfenças, né? E mais engraçado ainda é chegar ao ponto de que o que achávamos normal, agora é estranho, hahaha.
    Eu estou aqui há apenas 1 ano e 2 meses, mas eu tb já acostumei com várias coisas daqui. Conheci uma colombiana há alguns meses, e quando ela veio me cumprimentar com beijinho, eu achei estranho. Pq desde que cheguei nunca cumprimentei ninguem com beijinho, aqui é só aperto de mão, e pors mais chegados (família, amigos proximos) um abraço, mas nada de beijo. Hahaha. Que coisa doida, né?
    Beijo, ótimo post.

    ResponderExcluir
  5. Engracado como convivencia em outra cultura faz a gente mudar. Varios dos seus habitos sao agora meus aqui tambem, como checar previsao tempo e serem metereologistas trabalhando em vez de mocas bonitonas como nos jornais do Brasil, a antecedencia para compromissos, dizer que vai e ir mesmo, dizer Hi para as pessoas...rs...caramba tambem mudei...rs.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Ah, que legal. Não sabia que vc morava na parte alemã...
    Pensando agora, acho que também me apropriei de muitos hábitos daqui. Mas até que acho legal misturar as culturas na cabeça... dá um molho bom.
    bjos e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. A mania de verificar a previsao do tempo acho que tenho do meu pai, que é agrônomo e piloto, e que desde que me conheco por gente checa a previsao do tempo pra tudo! hehhe Por aqui, acho que por ser cidade grande o pessoal nao se cumprimenta tanto quanto aí... claro que em lojase tal sim, mas na rua nao. Só quando vou caminhar de manha no parque é que rola um "Morgen" ou "Móin" entre as pessoas que estao lá fazendo suas caminhadas e levando os cachorros pra passear... Morro de vergonha, mas agora até já sou eu que puxo o cumprimento.

    beijoss

    ResponderExcluir
  8. Realmente é inevitável a gente não adquirir esses hábitos ou até algumas manias, me identifiquei com muitas coisas que vc escreveu e o bom de tudo isso é que todos esses hábitos que vc escreveu são positivos, acho que honrar com compromissos e se preparar pra eles tudo de bom e as vezes uma formalidade é necessária sim, pena que aqui é todo mundo Du.
    Tbm adoro o jeito desencanado do povo daqui, vaidade é bom com certeza,eu até gosto de ler sobre as tendências das estações de vez em quando mas sigo conforme meu bolso pode, agora papinho sobre roupas de marca e culto exagerado ao corpo estilo 'eu me amo' não é comigo rsrs
    Bjoss e fique com Deuss

    ResponderExcluir
  9. Adorei teu post,é tão bom aprender com outras culturas,né?Vc já tá ficando européia aos poucos,mas sem perder o encanto brasileiro...isso a gente tem de sobra, e até acho que eles se surpreendem um pouco no inicio mas depois curtem nosso jeitão desencanado de ser..bem,com algumas restrições,é claro! :))))

    ResponderExcluir
  10. Oi Sandra!
    Aqui na Suécia todos esses hábitos se aplicam, menos o da formalidade... muito pelo contrário. Aqui toda a gente se trata por "tu", independentemente da idade ou condição social!
    As primeiras vezes que eu e o Tomas (o meu viking) fomos a casa da mãe dele, eu fiz os possíveis e impossíveis para evitar chamar a senhora pelo seu nome. Depois lá me cansei e, à socapa, perguntei ao meu viking: "Mas tens a certeza que posso chamar por tu? Não devo tratar por senhora/fru?" e ele riu-se imenso da palavra "fru". Hoje trato-a por "tu" e já não me aflige. Mas demorou...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não me acostumei muito não na questão dos horários, gosto de ser pontual, mas tô sempre meio atrasada pra fazer alguma coisa... Adoro a educação suíça no sentido de cumprimentos, acho isso muito legal! E sabe que você falando do sapato com salto também percebi que o uso menos por aqui?! Adoro sapatilhas e no frio é a bota mesmo... Mas o bagulhão foi engraçado hahaha... Não é porque cada um anda do seu jeito que precisamos ficar desleixadas né?! Beijos!

    ResponderExcluir
  12. OI Sandra!
    dos seus hábitos já tenho dois: verificar o tempo pra saber que roupa usar... rsrsr. E deixei de usar sapatos altos...
    beijosssss

    ResponderExcluir
  13. o segundo e o último hábito eu também adquiri. Eu acho que é quase impossível não ter essa mudanca, afinal somos rodeadas, bombardeadas por muitas informacões de uma nova cultura e é natural até. Acho que alguns habitos só tem a acrescentar, já outros eu viveria sem, como por exemplo, totalmente dependente do tempo, eu olho todos os dias, várias vezes por dia, esse hábito já virou mania!

    Bjo

    ResponderExcluir
  14. Sandra esse negocio de "Sie", precisei muito tempo, eu nao me conformava. Acho que até hoje. Eu como boa carioca que sou vou logo explicando: Olha, nao consigo lhe chamar de Sie porque es tao jovem, isso qdo estamos numa roda de festa por exemplo e vou logo dizendo que Sie usado no Brasil é só para Uroma, ahahahahahhaha. Só uso o Sie mesmo para pessoas na rua, mercado se for a situacao...
    Qto a agenda sempre usei e aqui deixei de usá-la, só voltando depois que as crs, foram para a escola, rs.

    Um grande beijo

    ResponderExcluir
  15. Que graça, Sandra! A mesma coisa acontece cmg... Um bom dia, como vai? é algo que não sai de mim!
    TB estou mais pontual e fico chateada em me atrasar. Isso é uma GRAAAAANDE mudança em mim. Uma coisa bem inesperada mesmo! hehe
    TB não chego mais abraçando as pessoas. Só se for muito intimo...

    Não lembro mais as outras coisas, mas concordo com vc. Não há como não absorver novos hábitos.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Que maravilha tudo isso!!!! E a gente acaba se redescobrindo não e´?! Obrigada pelo carinho lá no meu cantinho! Beijocas
    Cantinho da Galega

    ResponderExcluir
  17. Oiii

    ahh eu também adquiri TODAS essas manias! Mas sabe que eu gostei!

    bjsss

    ResponderExcluir
  18. Nao tem jeito ne?! O meio sempre interfere na nossa postura!! Eu tbm mudei em algumas coisas, outras eu me senti realizada por saber que meu habito era costume de outras pessoas (pontualidade e' um grande exemplo). Adorei aprender um pouquinho dos costumes por ai! Bjss

    ResponderExcluir
  19. É assim mesmo Sandra... Esses hábitos adquiridos são parte integrante da sua adaptação... E são, ao meu ver, um bom sinal!
    Quando você visitar a terra da informalidade provavelmente vai estranhar a informalidade... É interessante o tanto que o país novo nasce e cria raízes na gente.
    Até hoje, um ano depois de voltar da Alemanha, carrego ela comigo.
    Eu escuto pelo computador uma rádio da Bavaria que se chama B5 Aktuell. De 30 minutos, eu diria que 25 são sobre "...das Wetter in Deutschland"...
    Acho que na Suíça é assim também né?
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  20. Nossa descobri seu blog hoje e temos mto em comum. bom primeiro tb moro na Suiça, me mudei há pouco de Berna pra Zurique e me identifico com todos esse hábitos agora tb, e nem tinha percebido!
    voltarei aqui mais vezes pra trocar figurinhas.
    um abraço.

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...