20.9.12

Gruyères: a cidade do queijo

Muita gente deve conhecer o queijo gruyère, e a cidade de onde ele provém - GruyèreS - se transformou em destino turístico, em grande parte por causa da fama deste queijo suíço.

Gruyères está localizada na parte francesa da Suíça, no cantão de Fribourg.


Da cidade se tem uma vista privilegiada dos alpes, cujas montanhas  permanecem nevadas durante boa parte do ano.


Ao entrar na cidade de Gruyères você tem a impressão de que está no cenário de um filme de época, pois o vilarejo medieval é tão característico que parece que voltamos no tempo...



Carros não são bem vindos nessa village, mas quem liga? O melhor mesmo é explorar esta linda  cidade murada a pé.



No alto da cidade, está o imponente castelo datado do século 12 e que vale super a pena a visita. Adoro castelos :-).













 







Outra "atração", são os pratos á base do queijo gruyère e a visita a fábrica do quejo. Basta entrar em qualquer restaurante para se comer uma massa com o creme de gruyére, ou um fondue ou alguma sobremesa, acompanhada, é claro, do creme de gruyère. Um dos pratos mais tradicionais da Suíça, o fondue, costuma incluir um dos queijos mais tradicionais da Suíça - o gruyère .

















O queijo gruyère não tem aqueles "buracos" tão característicos do queijo suíço, esse dos "buracos" é o queijo ementhal :-). O gruyère fica amadurecendo de cinco meses a dois anos. E de acordo com o tempo de amadurecimento é classificado como leve, clássico, semi salgado e os tipos reserva.




O gruyère é o queijo número 1 em vendas na Suíça. Para a produção do queijo é usado somente leite de vaca, ao qual se adiciona um pouco de açúcar. As vacas se alimentam somente com a grama típica da região e produtos químicos são completamente proibidos.


Para cada kilo de queijo produzido, são necessários 12 litros de leite
Há 10 anos o queijo ganhou um selo de origem controlada, de que só pode ser vendido como gruyère,  para distinguir o gruyére desta região dos demais "gruyères", vendidos por ai. De acordo com os fabricantes suíços, somente os queijos produzidos nesta região da Suíça e nos cantões de Jura, Fribourg, Neuchatel e em alguns distritos de Berna, podem receber a denominação de queijo gruyère. A Associação de fabricantes suíços, continua lutando para ter direito de exclusidade sobre o nome gruyère.

Os franceses, que também produzem o gruyère, porém com uma receita diferente, não gostaram nada da idéia do selo de origem controlada dos fabricantes suíços, mas depois de muita disputa, a União Européia acabou apoiando os fabricantes suíços.

Eita queijinho bom esse tal de gruyère :-).
 
  SweetZerland

27 comentários:

  1. Sandra é o queijo predferido do meu esposo e com isso aprendi a gostar também, pois afinal o queijo é delicioso.

    Lindo o lugar. Gostei demais das fotos.

    Bom fim de semana

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb gostamos muito desse queijo. A cidade é mesmo lindinha. Bjs

      Excluir
  2. oi Sandra!!!
    que delicia de post....
    menina que cidade lindinha, estou com muita vontade de conhecer a Suíca, quero ver se ano que vem dou um jeitinho...
    Agora gostei mesmo foi de saber sobre como é feito o queijo... que capricho, que cuidado... Suíca é Suíca!!!! eta país lindo...
    Adoro saber sobre as curisosidades daí... conta mais!!!!!
    beijossssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venha passear por aqui sim Ana, se possível vá para as montanhas!! A produção de queijos e laticínios aqui é bem cuidadosa mesmo, amo tudo isso :-). Bjsss

      Excluir
  3. Ai Sandra, vc me deixou aqui com água na boca hahahaha que delícia. E que lugar lindo, hein! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso parar de postar comidas por aqui...hahaha. Tenho alma de gordo :-). Bjss

      Excluir
  4. Eu Amoooooooooooooooooo esse queijo, pena que é um pouco carinho aqui, mas vale a pena né? Só de pensar que eles não usam nenhuma quimica na comida das vaquinhas! Tá óti8mo!

    A cidade parece ser uma gostusura pra passear, daquele jeitinho bem charmoso!

    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queijo produzido quase com leite puro, bom demais!!! A cidade é muiiiito linda mesmo,quero voltar lá de novo. Bjsss

      Excluir
  5. Ahhhhhhhh,depois de conhecer essa cidade,é impossivel não ficar mais apaixonada ainda pelo queijo,do qual eu já era fã.Agora,qdo.experimentar o próximo,vou saborear com muito mais vontade!Adorei as fotos e o post!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O queijo é uma gostosura mesmo né...aprecie com moderação :-).
      Bom final de semana!

      Excluir
  6. Amei conhecer essa cidade e a historia do queijo, nem sabia que so podia levar o nome os feitos especialmente por ai. As fotos tao lindas, cada post e fotos suas que vejo e leio sobre a Suica da cada vez mais vontade de conhecer.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monique, fiz uma alteração no post. Os outros queijos gruyère, não fabricados na Suíça, podem também receber esse nome, mas não têm o selo de origem controlada.
      Pois é, a Suíça é um país lindo. Tem gente que acha que "conhece" a Suíça em um final de semana, acha que viu tudo e sai falando mal....rs. As cidades "grandes" daqui podem não ser uma Las Vegas em termos de baladas, festas e vida noturna, mas por "dentro" o país tem um mundo para descobrir. Bjsss

      Excluir
  7. Sandra estou passada pois 12 litros de leite pra cada kilo de queijo é muita coisa. Agora eu to perguntando pro namoridon aqui se nós ja compramos esse queijo ou não, mas de qualquer jeito vou tentar achar por aqui pra comer no final de semana.
    Vc como sempre chiquérrima e a cidade uma gracinha.
    Bjãoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que você encontre o queijo Renatinha e se delicie com ele no final de semana!
      Obrigada pelo elogia, você que é uma fofa!! Bjsss

      Excluir
  8. Que gostoso conhecer mais de história por aqui Sandrinha!
    Linda, so süss a cidadezinha! Eu adoraria caminhar por suas ruas, conhecer o castelo e repor as calorias com porções fartas de Gruyère!
    Merecida a exclusividade concedida aos suíços pelo queijo!
    Já imaginou os franceses abrindo mão do nome "Champagne"?
    Not in a lifetime!!!
    Bjim, todas as fotos estão lindas!!!
    Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcinha, fiz uma alteração no post... fui checar as informações e vi que tinha cometido uma gafe :-(.
      Bjss

      Excluir
  9. Amo esse queijo!! Amo queijos em geral!! Ia adorar visitar essa cidade!! Castelos e queijos junto?!! Meu paraíso!!

    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb adoro queijos!! Hummm, tudo de bom!! Bjs

      Excluir
  10. Meu queijo preferidooooo! Que cidade fofa. Suas fotos estao lindas!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto do queijo também, mas não é o meu preferido...rs...
      A cidade é linda mesmo. Bjsss

      Excluir
  11. Ahhhh que legal ler seu post!!! Eu visite essa fábrica também!! Só nao gostei do cheiro, hihihi. Meu marido (na época namorado e no dia seguinte a visita me pediu em casamento no jardim do castelo de Rapperswil, yay!) amou esse lugar. Ele queria muito visitar essa fábrica de queijos, pq ele trabalha numa fábrica de queijos aqui no Texas, entao ele amou ver as diferenças dos equipamentos de lá. Muito interessante! Adoro visitar lugares assim, e ver os processos de como tudo é feito. Super cool!
    Beijo! Tô amando seu blog. =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou Tacia!! Bem vinda aqui no blog :-).
      O cheirinho da fábrica é meio enjoativo mesmo...rs., mas acho que quando se trabalha em uma fábrica de queijo, caso do seu marido - acho que não se sente nem mais o cheiro de queijo, rs...
      Eu ADORO Rapperswil!! Já escrevi sobre lá neste post aqui:
      http://foundueechocolate.blogspot.ch/2012/07/cidades-legais-para-visitar-perto-de.html
      E que lindo ser pedida em casamento em um lugar tão bonito, né?! Bjs

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  12. Sandra, eu amo Gruyere!! Com uma boa taça de vinho então... Hummmmmmm... Amo o queijo e já me apaixonei pela cidade, por conta das suas fotos! EU preciso muito ir para estes lado da Europa rsrs Bjuss

    ResponderExcluir
  13. Oi.
    Adorei o post.
    Vou para Lausanne no fim de janeiro e quero ir até Gruyere.
    Consigo ir de trem? De lá consigo ir para Broc?
    Parabéns pelo blog.
    Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda! Obrigada pela visitinha no blog :-).
      Sim, de Lausanne por trem é fácil chegar em Gruyères. Você gastará mais ou menos 1:30h fazendo duas conexões. Da estação de Gruyéres é possível chegar até a Village a pé ou de ônibus (as vezes não compensa esperar o ônibus porque a caminhada não é tão longa, mas dê uma olhada nos horários). De Gruyéres até Broc são apenas 20 minutinhos de trem - mas fique atenta porque os trens saem somente a cada uma hora! Espero que você aproveite a sua viagem! Um abraço.

      Excluir
  14. Oi Sandra,
    A Suíça é um sonho, linda demais!
    Bjs. Deus abençoe.

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...