29.7.12

Parece, mas não é...

Um pouco de cultura inútil Winking smile

Tenho observado durante esse tempo morando aqui, como algumas coisas tem nomes similares a outras coisas que conhecemos no Brasil, porém a utilidade é totalmente diferente.




Candida: Aqui é a marca de um creme dental muito conhecido. Aliás, há uma gama de produtos desta marca para a higiene oral: fio dental, enxaguante bucal, escova de dente e etc...  A Candida como a gente conhece no Brasil, para limpeza, por aqui é chamada Javel (pronunciada como em espanhol, com som de r –“Ravel”).






Sidroga: São chás terapêuticos para diversos fins: para relaxar, acalmar, contra resfriados, insônia e etc. Eu não experimentei, até porque não sou tão fã de chás.
Se você disser que está tomando um Sidroga, para um brasileiro, que não conhece o produto, vai pegal mal :-)







Traveco: É o nome de uma empresa de transporte e logística. Vira e mexe quando pegamos a estrada vejo alguns caminhões desta empresa circulando por ai. No Brasil, "Traveco" todo mundo sabe o que significa né (embora esse não seja o nome "politicamente correto")...e também vejo alguns deles por aqui...inclusive já vi a Roberta Close (ela mora em Zurique), com o marido, passeando em uma rua de Zurique. Eu não resisti e quando passei ao lado dela falei bem baixinho: "Roberta"! ela acenou pra mim e disse: "oi querida"... hahahaha, eu sei, paguei mico mesmo!!!



Tempo: São lencinhos de papel. Indispensáveis na minha bolsa. Aqui não é "vergonha" assoar o nariz em público, mesmo à mesa. Acho bom esse costume, melhor do que ficar "fungando". Essa marca é quase igual a Bombril, já que quase ninguém fala palha de aço e sim Bombril. Para lenço de papel, especialmente na Alemanha, muita gente diz a marca "Tempo". E ai você tem um Tempo?




 Kleber: Tenho um amigo em São Paulo que se chama Cleber. Aqui Kleber, com k, vem do verbo colar. O mais famoso Kleber que vemos na TV alemã se chama Klaus Kleber e apresenta um telejornal. Kleber como primeiro nome, por aqui, nunca vi. O único amigo meu de São Paulo, que marido guarda o nome, é o Cleber, porque ele assimila rapidamente com cola...rs..
Aliás na Suíça e na Alemanha os nomes próprios iniciados com a letra C, no passado, eram somente para nomes estrangeiros. ex: Cristine, usualmente era escrito com K, Kristine, mas agora com o mundo cada vez mais globalizado isto já não é mais uma regra.


12 comentários:

  1. Nossa quanta informação!!! Obrigada por compartilhar! Beijo grande
    Cantinho da Galega

    ResponderExcluir
  2. Olha só, adorei hahahaha Aqui na Holanda tem a tal companhia de celular a "Vodafone" o "v"tem som de "f". hhahaha O "Rabobank" hahaha "Durex" é marca de preservativo e produtos afins hahaha Agora vc viu a Roberta?!?! Nossa, gente, ela é praticamente uma lenda, né? hahahaha Como ela é de perto? Eu era criança quando falavam dela...quantos anos será que ela tem? Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu reconheci a Roberta Close porque uma semana antes de eu vir para Zurique, eu a vi na Rede TV, no programa da Luciana Gimenez (mais cultura inútil, rs...), ela deu uma entrevista e falou que morava em Zurique e tal... e não é que eu chego aqui e "dou de cara" com ela??...rs... Ela continua bonita mas a achei meio "gorda", hehehe, nada comparado ao glamour que ela apresentou na TV...rs... Eu acho que ela já deve estar beirando os 50 anos. Bjs

      Excluir
  3. Essa foi boa.... principalmente a do kleber!!! rsrsr
    e os lencinhos realmente são indispensáveis...
    PS.: Sandra, eu acabei não arrumando o nome do link do blog, pois esta entrando normalmente... não atrapalhou não...
    Beijinhos
    otima semana!!!!

    ResponderExcluir
  4. Achei super interessante o seu post, no meu caso ficaria com cara de idiota se alguem me perguntasse ou pedisse o tempo...rs...cada pais tem suas particularidades e curiosidades super engracadas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Olha, esse costume de assoar o nariz à mesa é muito comum na Espanha e te confesso que acho mega nojento. Aliás, nem sei o que é pior: se é ficar no funga-funga ou essa de assoar assim...
    Na Espanha, existe uma marca de roupa chamada Biba. Achava taãão engraçado... No Rio, biba é o gay.
    Essas informações são super engraçadas!!!

    ResponderExcluir
  6. Sandra, que interessante!!! É bom que se algum dia for por aí e me pedirem um tempo já sei o que é rsrsr Roberta Close, nossa, eu acho que eu também a chamaria pelo nome hahahahahaha Lembro que quando era mais nova eu achava ela super bonitona, ela continua inteirona? Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela continua bem bonita sim, aliás eu sempre a achei muito chique e discreta. Nunca a vi envolvida em escandalos como algumas "celebridades" de hoje em dia.

      Excluir
  7. Oi Sandra, muito interessante o seu post!
    Eu dei risada aqui do nome da transportadora... Fazemos associações instantâneas com as similaridades linguisticas, muito embora os significados subjetivos sejam totalmente diferentes...
    Quando morava na Alemanha eu também dizia tempo para os lencinhos de papel...
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  8. Sandra, muito engraçado! Adorei!
    Eu não vivo sem "tempo". Quem tem o nariz "coisado" como o meu sabe que tempo é indispensável. E no inverno então, nem se fala!
    beijos
    Ana

    ResponderExcluir
  9. Hahahah gostei Sandra!
    Sempre que vejo os Travecos pela estrada dou uma risadinha :)
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  10. Adorei o traveco!!! ehehehehe


    Beijos!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...