26.3.12

Controle e filosofias



Se tem uma palavra que define bem o povo suíço, essa palavra é Controle, do verbo controlar e todas a suas variantes. Não é a toa que o país é tão organizado pois quase tudo é minimamente controlado.

Agora mesmo acabou de sair aqui de casa uma empresa que veio fazer o controle de toda a parte elétrica. Detalhe que a casa é nova, toda parte elétrica foi feita há menos de um ano, mas mesmo assim o controle não escapa. Segundo a empresa um novo controle só será feito daqui há 20 anos... ufa... melhor não reclamar pois o seguro morreu de velho. E por falar em seguro outra "mania suíça" é fazer seguro pra tudo: acidentes, casa, vida, cachorro, danos a terceiros, porque o ditado popular "é melhor prevenir do que remediar" é levado ao pé da letra.

Aqui parece que a ordem é se preparar para o pior! Eu não sei se isso é pessimismo ou precaução. Eu admiro esse jeito dos suíços de estarem quase sempre preparados para o pior! Mas sabe quando você percebe que eles costumam sempre fazer uma tempestade em um copo d'água? E no final muitas vezes não é assim tão grave? Ou não se tornou grave porque eles estavam prevenidos? :-). Acho que é mais por ai...

Falando em prevenção, marido e um amigo dele já comentaram comigo que acham que o povo da América Latina e de Portugal tendem a serem fatalistas. Que é quase cultural aceitar que existe um poder superior e que ninguém pode fugir dele, isso faz com que muita gente acredite que o destino está ali, escrito, e muitas vezes não pode ser mudado, dando nos a certeza de que não podemos ser agentes de uma mudança.

Eu concordo em partes, pois isso tem muito a ver com a religiosidade e no Brasil acreditamos, e muito, em um poder superior. O problema disso é viver ao Deus dará e não fazer "nada" só esperando que Deus faça alguma coisa. Nesse aspecto acredito que os indianos são muito mais fatalistas que os sulamericanos!!

Sei lá... eu acredito em destino, mas não me considero fatalista, acredito que EU sou o maior agente de uma mudança na minha vida, mas também creio que "há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia".

Nossa, comecei com alhos e terminei com bugalhos :-).

Horário de verão na Europa. Boa semana a todos!!!! :-)

13 comentários:

  1. Oi Sandrinha!
    Acho que no aspecto do controle, suiços e alemães são bem parecidos. Ficam até um pouco engessados, tão grande é sua mania de se precaver.
    Acho que um misto de fatalismo e precaução seria a melhor saída, porque as fatalidades nos ajudam a mover com sutileza pelo caos. Enquanto o excesso de precaução coloca o universo numa camisa de força...
    Bjim
    Márcia

    ResponderExcluir
  2. Eu so descobri que o horário de verão tinha começado porque meu smartphone mudou sozinho... Imagina como eu estranhei acordar as 07:00 e estar meio escuro?

    Eu acho que somos um pouco fatalistas e supersticiosos... Eu não me considero nem um, nem outro, mas como tem toda uma equação gigante, ao meu redor, com milhares de variáveis eh comum que algumas coisas estejam absolutamente fora do meu controle, agindo eu bem ou mal...

    ResponderExcluir
  3. oi Sandra!!!
    o Ivan me disse a mesma coisa sobre a Alemanha...interessante isso né?!
    Ele entrou na dança, fez seguro da casa que alugamos, fez seguro contra terceiros...
    Bom, como você mesma disse "o seguro morreu de velho"!
    beijosssss
    e boa semana pra vc também...

    ResponderExcluir
  4. menina, adoro esse negocio de seguro. na NZ a gente tinha seguro para as coisas da casa ( moveis,e letronicos...) ai sai de ferias e botei fogo ( sem querer, juro) no carpete da casa onde ficamos.
    Vc acredita que o MEU seguro pagou? Pq eles cobriam tambem estragos que eu fizesse na casa dos outros. Ainda bem que um amigo me avisou, pq eu ja ia fazendo o cheque ( com a maior dor no coracao, qdo ele falou- liga no seguro, ve se nao ta coberto)...

    ResponderExcluir
  5. Eu ja tinha ouvido falar sobre essa mania se e que podemos chamar assim de preocaucao dos Suicos, eu acho que de uma certa forma e otima, porque assim, caso o pior aconteca ninguem precisa se preocupar com algo a mais. Concordo com voce, apesar de em geral o pessoal da America Latina ser religioso, nao vivemos tanto assim a merce do destino, em geral as pessoas correm atras dos seus objetivos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Bom, não só latinos e portugueses. É porque eles não conhecem os italianos e sua ultrareligiosidade. Americanos são super religiosos também. Eu falar que sou atéia aqui causa um rebuliço que nunca causou no Brasil, ou seja, isso não está limitado a culturas latinas. Abraço, boa semana.

    ResponderExcluir
  7. É os holandeses não fogem à regra. Tem seguro de tudo e pra tudo...nós temos os básicos: carro (obrigatório), casa, danos a terceiros (nunca se sabe)...agora pra outros, a gente segura na mão de Deus e vai! hahahaha

    ResponderExcluir
  8. Ja estou te seguindo tambem! Vou devorar esse blog :)
    Quero ler td o q vc postou ate agora!!!! Obaaaa!

    Eu adoraria que no Brasil tivessem esses controles :)
    Aqui na Turquia eh controlado tb, mas acho q nao como por ai!

    Beıjo grande

    ResponderExcluir
  9. Aqui também tem seguro pra tudo! A gente fica pobre só de pagar seguro! Concordo com vc que é ótimo o fato deles terem alguma seguranca, mas as vezes é exagero demais!
    Não acredito no destino, acredito em Deus, mas também esse papo de ficar esperando que Deus faca tudo por você é demais!!! A gente também tem que fazer a nossa parte, senão nada acontece!

    Bjo

    ResponderExcluir
  10. O Brasil deveria aprender pelo menos um pouco com eles. Adorei seu blog e estou seguindo.
    Beijinhos
    Dani

    (http://dannysfashion.blogspot.com.br/)
    @_DanniC_

    ResponderExcluir
  11. Acho esse controle aplausível mas infelizmente tudo q se exagera prejudica.
    Levar tudo ao pé da letra por aqui faz parte da organização.
    Não è difícil vermos europeus que em seus costumes regrados perdem a cabeça e não sabem lidar com situações contrarias.

    ResponderExcluir
  12. Na Suécia tbm é assim, eles pagam seguro pra tudo e nunca usam, pelo menos nunca soube de ninguém que usou, acho necessário mas as vezes um pouco exagerado.Eu acredito, em Deus em destino e na força do pensamento, alías eu acredito em muita coisa qdo vejo que será positiva pra mim.Bjkss

    ResponderExcluir
  13. hahahahahah, entre alho e bugalhos a gente fica mesmo é toda enrolada com esses excessos de seguros. O alemao é a mesma coisa. Eles nao sabem viver ao acaso, tudo tem que ser previsto, pensado e repensado. Viver pela fé? Somente para Abraao.

    Bjao e um lindo fim de semana mesmo com esse friozinho.

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...