9.2.12

Inteligência Emocional

Google imagens

Todas as noites, às quartas-feiras, até o final de março, eu estou participando de um ciclo de palestras sobre Inteligência Emocional em Zürich. Essas palestras são uma iniciativa de uma ONG chamada Teléfono de la Esperanza que tem sede na Espanha e está presente em 11 países da América Latina (não está no Brasil), e em algumas cidades da Europa como Londres, Paris, Porto e Zürich. El Teléfono de la Esperanza se assemelha ao CVV - Centro de Valorização da Vida - e presta suporte emocional por telefone e apoio nos momentos de crise.

Os voluntários que estão ministrando as palestras são psiquiatras ou psicólogos "hispano hablantes" que vivem na Suíça. As palestras não são gratuítas, mas são oferecidas por um valor simbólico para que haja comprometimento por parte dos participantes.

Eu quis participar porque é sempre bom aprender algo mais. Apesar do tema me ser familiar, está sendo bom para me reciclar e conhecer gente nova. Futuramente eu pretendo fazer algum trabalho voluntário nesse sentido. As palestras são realizadas com pequenos grupos. No grupo em que eu estou são onze mulheres de várias partes da América Latina e uma da Europa (Peru, Equador, Argentina, México, Venezuela, Colombia, Espanha e euzinha representando o Brasil :-)).

É um grupo bem misto com pessoas que já estão vivendo aqui há muito tempo ou outras que nem tem tanto tempo assim, como eu.  Em Zürich vivem MUITOS imigrantes e há gente de toda a parte do mundo, e muitos da América Latina também. A experiência tem sido positiva. É muito bom interagir, discutir e se relacionar com pessoas que estão buscando melhorar e aprender alguma coisa. O que mais me chama a atenção é a facilidade de contato com nosotros de Latino América :-) porque quando você vive em um país tããããão cheio de "cerimoniais" você acaba até perdendo um pouco da espontaniedade no contato pessoal.

Apesar de eu achar que com o boom do livro do Daniel Goleman sobre Inteligência Emocional esse tema tenha virado uma espécie de auto-ajuda, eu acredito sim que é importante saber reconhecer as nossas emoções e conhecer-nos a nós mesmos para que tenhamos êxito nas relações pessoais e sermos emocionalmente estáveis.

Interessante também ver que quando se trata de emoções os homens quase nunca estão presentes nestes debates...rs...  As mulheres, de uma forma geral, têm muito mais facilidade de lidar com os sentimentos.


4 comentários:

  1. eu adoraria participar das palestras...
    mas aqui no Oriente Medio nao tem muitas iniciativas legais como essa nao

    ResponderExcluir
  2. Nós fizemos um curso sobre IE e aplicamos o conceito dentro da escola com os nossos alunos. Envolve muito o respeito ao individuo, mostrar seus sentimentos mas também saber domina-lo. Interessantissimo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Puxa, que legal. É, interessante, porque aqui as pessoas estão condicionadas a não demonstrar os sentimentos e a gente meio que vai ficando igual. Hoje fiquei com um filhinho de uma amiga aqui em casa e como é gostoso ter espontaneidade, demosntrar afeto, abraçar e receber afagos. Depois vai contando mais!

    ResponderExcluir
  4. Inteligência Emocional é super importante não apenas para conhecer a si mesmo mas tb para conhecer melhor ao outro e saber interagir com ele.Aquele que não se domina emocionalmente não é inteligente.

    Bjs

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...