10.2.12

Freitag: Pensando verde

Foto: ur-style.de

Se você for um bom observador e estiver aqui em Zürich ou em outros arredores da Suíça, logo irá perceber que aqui e ali circulam pessoas usando uma bolsa, que a princípio parece velha, com a inscrição "Freitag". Eu pensava que eram bolsas distribuídas no comércio, confesso até que as achava feinhas e esquisitas...rs..

Depois de um tempo vivendo aqui fui me acostumando com elas e já não as achava feias, fui as achando "descoladas" e "modernas". E todo mundo que eu via portando uma bolsa dessas eu achava descolado e então eu fui começando a querer ser uma "descolada" também. Mais do que descolada, as bolsas Freitag são ecológicas, pois são totalmente feitas com material reciclável, mas exatamente com lonas usadas de caminhões, ai juntei o útil ao agradável: além de descolada eu também iria ser "verde".

A história da Freitag é bem interessante. Freitag em português significa sexta-feira, mas no caso das bolsas o nome nada tem a ver com esse dia da semana. O nome se deve aos criadores da marca: os irmãos Daniel e Markus Freitag. Eles cresceram em uma fazenda perto de Berna, a capital da Suíça, e não tinham muitos recursos financeiros na época, desejavam presentes de Natal e o papai noel não vinha, assim começaram a criar os próprios brinquedos com os materiais que encontravam na fazenda e nos arredores. Eles recolhiam bicicletas quebradas, madeira, tudo que achassem que poderia ser transformado. Com o passar do tempo estudaram e se tornaram designers. Como andavam muito de bicicleta queriam uma bolsa que fosse impermeável e que resistisse a exposição ao ar livre por um longo tempo e consequentemente a eventuais quedas. Ai descobriram que com lona de caminhões poderiam criar uma bolsa alternativa e resistente. Assim nasciam as bolsas Freitag. Hoje há uma linha completa, desde bolsas à capas de celular, sacolas, mochilas e até uma linha mais "chique".

O sucesso da Freitag se deve também ao fato dos criadores dela realmente serem e terem uma mentalidade ecológica e pensarem na sustentabilidade como um meio de vida. Foram eles mesmos que introduziram na fazenda do pai a compostagem de resíduos, em uma época que pouco se fazia isso. Eles quase não usam carro e apóiam e participam de projetos para preservar o meio ambiente. Não é só uma estratégia de marketing, parece que eles realmente são o que pregam.

Meu surto ecológico durou até quando vi os preços das bolsas Freitag: 200, 300, 500 francos! Por uma bolsa de lona velha?? Ok, tem todo um contexto ambiental, design e marketing da marca, mas confesso que o meu pensamento verde foi mudando de cor. Não que elas sejam assim tão caras que seja impossível comprá-las, como por exemplo uma Louis Vuitton (pelo menos para os meus padrões), mas imaginei que custassem menos, bem menos... Quem sabe um dia eu tome coragem e desembolse esses francos e compre uma pra mim. Por enquanto vou usando o meu conceito de sustentabilidade indo ao supermercado com a minha própria sacola, separando o meu lixo, sendo mais consciente e menos consumista ao comprar e etc... desta forma ajudo o meio-ambiente e também me torno uma cidadã verde :-)



2 comentários:

  1. É, caiu no modismo...os preços vão lá pro espaço...nem pensar!

    ResponderExcluir
  2. Sandra, seu pensamentos verdes foram mudando de cor, ahahahhaha, essa foi ótima, adorei!

    Obrigada pelo link e já colei lá no meu sidebar, desculpa que peguei a mesma imagem que vc, mas é que achei que tem tudo a ver com a minha Saia Justa, rs.

    Ai está mais frio que por aqui. rs.

    Um lindo final de semana pra vcs

    Bjao

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem vindo! Obrigada!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...